Connect with us

Geral

Centro de Atenção Pisicossocial (Caps AD) é inaugurado no Parque Itália

Publicado

em

O Caps AD (Centro de Atenção Pisicossocial – Álcool e Drogas) Parque Itália foi inaugurado na manhã desta sexta-feira, dia 28 de junho, em Campinas. A unidade fica na Avenida Prefeito Faria Lima, nº 560, no Parque Itália e sua construção faz parte do programa Saúde em Ação, uma parceria entre a Prefeitura, o Estado de São Paulo e o BID, o Banco Interamericano de Desenvolvimento. A inauguração foi feita pelo prefeito de Campinas, Jonas Donizette, o secretário municipal de Saúde, Carmino de Souza, e pelo coordenador do Saúde em Ação, Ricardo Tardelli.

 

O prédio tem 635 metros quadrados de área construída e conta com três salas de atendimento individualizado, além de salas de medicação, de enfermagem, de atividades coletivas e um espaço de convivência. Foram investidos R$ 2,4 milhões para sua construção.

 

Segundo o prefeito Jonas Donizette, a unidade terá capacidade para fazer 800 atendimentos por mês e é estruturada com equipes multidisciplinares para atender a população. “Daquilo que Campinas investe em Saúde, sete por cento é para a saúde mental. É um bom investimento porque tem aumentado muito o número de pessoas com problemas psicológicos. Essas pessoas precisam desse apoio e dessa ajuda.”

 

O prefeito ressaltou que o serviço funciona no mesmo terreno onde está sendo construído o Ambulatório Médico de Especialidades (AME), próximo ao Hospital Mário Gatti, ao Hospital de Amor e ao Centro de Saúde do São Bernardo. “Num raio de no máximo um quilômetro temos todos esses equipamentos de saúde. O que já está sendo considerado pela população como uma cidade da saúde, com equipamentos múltiplos e variados para poder atender a população.”

 

Avanço civilizatório

 

O coordenador do programa Saúde em Ação afirmou que a Prefeitura de Campinas tem sido muito parceira do Estado em projetos da área da Saúde e destacou a importância dos Caps. “É uma reposta moderna e atual àquele cenário que existia no século passado dos sanatórios onde as pessoas ficavam depositadas por décadas e, às vezes, até por uma vida inteira. O Caps traz um resgate de cidadania e uma evolução muito mais humanizada. A entrega de um Caps é sempre um sinal de avanço civilizatório e nos traz muita alegria”, destacou Ricardo Tardelli.

 

O secretário municipal de Saúde, Carmino de Souza, ressaltou que o Programa de Saúde Mental de Campinas é exemplar e detém números impressionantes. “Nós fazemos 75 mil procedimentos por mês, quase um milhão por ano, dentro dessa rede que é da atenção básica. Muitos estão nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), nos Caps e nas outras unidades gerenciadas por nós ou pelo Serviço de Saúde ‘Dr. Cândido Ferreira’. Nós temos mais de 47 mil pacientes de saúde mental sendo atendidos. Essa nova unidade resume, dentro de sua estrutura, a questão da política antimanicomial que foi desenvolvida no Brasil. Além disso, está nesta região do Parque Itália que está se tornando uma cidade da saúde.”

 

O Caps AD Parque Itália está funcionando desde 1º de abril, das 8h às 18h. Em 2020, passará a atender 24 horas. Com a nova unidade, Campinas amplia de três para quatro o número de Caps Álcool e Drogas. A nova unidade é coordenada pela enfermeira Roberta Silveira dos Reis.

 

O Caps é um serviço de saúde para tratamento para pessoas que sofrem com transtornos mentais, psicoses, neuroses graves, entre outros. Nos casos em que há dependência química, o atendimento é feito pelos Caps AD. Além da parte médica, os pacientes recebem suporte para reinserção social pelo acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários.

 

É um serviço de atendimento de saúde mental criado para ser substitutivo às internações em hospitais psiquiátricos. Nos Caps, as pessoas ficam durante o dia e, depois, voltam para as suas famílias. Se necessário, podem ficar internadas por curtos períodos até estarem estabilizadas e poderem voltar ao convívio social.

 

AME

 

O prefeito também aproveitou a ocasião para fazer uma visita às obras do Ambulatório Médico de Especialidades, o AME, que fica do lado do Caps AD Vila Itália e deve ser inaugurado em breve. A visita também foi acompanhada pelo coordenador do programa Saúde em Ação. De acordo com o prefeito Jonas Donizette, o AME de Campinas será o maior do Estado de São Paulo e contará com 35 especialidades médicas.

 

No total, os investimentos feitos pelo Estado serão de cerca de 45 milhões entre construção e aquisição de equipamentos. A Prefeitura doou o terreno e o Estado está construindo e gerenciará o ambulatório. A verba prevista para operar a unidade será de R$ 7,5 milhões por mês, também com recursos do Estado.

Geral

Sanasa informa fornecimento de água no domingo (07)

Publicado

em

Por

A Sanasa informa que, em continuidade aos trabalhos de melhoria na oferta e distribuição de água da cidade, fará o serviço de capeamento de redes.

Para isso, será necessário interromper o fornecimento de água no domingo, dia 7 de março, das 8h às 17h, para os seguintes bairros: Parque Imperatriz Leopoldina, Vila Nova, Vila Del, Chácara João Hermann, Arruamento Rossi e Borghi, Jardim Dom Bosco e Jardim Brasil. Parte dos bairros Guanabara, Jardim Chapadão, Botafogo e Jardim Nossa Senhora Auxiliadora também será afetada.

A Sanasa recomenda aos moradores que façam a reserva antecipada ao período, para que não falte água.

Continue Lendo

Geral

Campinas recebe mais doses e reabre agendamento para idosos com mais de 77

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Campinas reabriu nesta quinta-feira, dia 4 de março, o agendamento para vacinação contra a Covid-19 para pessoas de 77 a 79 anos de idade que residem no município. O agendamento é obrigatório e deve ser feito prioritariamente pelo site www.vacina.campinas.sp.gov.br ou pelo telefone 160.

A reabertura do agendamento foi possível porque o município recebeu novas doses, que foram entregues pela Secretaria Estadual de Saúde. As doses são destinadas para aplicação nessa faixa etária.

Só receberá vacina quem tiver agendado previamente. Os idosos com boas condições de saúde devem optar, no momento do agendamento, pela vacinação nos centros de imunização. Há opção de receber a dose no carro, porém o Departamento de Vigilância em Saúde adverte que o número de vagas é controlado e é destinado exclusivamente para quem já fez o agendamento com essa opção.

No dia marcado, é obrigatório apresentar um documento de identidade com foto e um comprovante de endereço.

Esclarecimento

O pré-cadastro feito no Governo do Estado não garante um agendamento no Centro de Imunização de Campinas e não é uma reserva de doses. Mas é importante para adiantar o preenchimento de dados e tornar o atendimento mais rápido nos locais de vacinação. Para mais informações acesse: www.https://vacina.campinas.sp.gov.br/vacinas/covid-19/pre-cadastro.

Campinas tem cinco Centros de Imunização, sendo que quatro já estão funcionando e o último será aberto no sábado, dia 6 de março. O local já está liberado para receber agendamento.

Confira os endereços dos Centros de Imunização:

Centro de Vivência do Idoso

Endereço: Avenida Dr. Heitor Penteado, s/n – Portão 5 da Lagoa do Taquaral

Emef Caic Zeferino Vaz

Endereço: Rua José Augusto de Mattos, s/n – Parque Residencial Vila União

Casa da Criança Paralítica

Endereço: Rua Pedro Domingos Vitali, 160 – Parque Itália

Clube Círculo Militar

Endereço: Avenida Getúlio Vargas, 200 – Jardim Chapadão

Centro de Imunização Noroeste (antigo prédio da NAED Noroeste) – Rua Augusta Parreira Belintani, s/nº – Vila Castelo Branco (funcionará a partir do próximo sábado, dia 6).

Continue Lendo

Geral

GM e PM trabalharão juntas para evitar aglomerações em Campinas

Publicado

em

Por

A Guarda Municipal de Campinas e o 47º Batalhão da Polícia Militar vão somar esforços para realizar ações preventivas visando conter aglomerações em praças e vias públicas. O trabalho conjunto começa neste sábado. O esquema foi acertado em reunião na tarde de ontem, quarta-feira, dia 3, entre o comando das duas forças de segurança.

Os locais onde vão ocorrer as ações preventivas já foram mapeados pela Guarda Municipal em patrulhamentos anteriores, e identificados pelo Serviço de Inteligência da GM. São praças e ruas que costumam ter reunião de pessoas todo final de semana.

A ideia é intensificar o patrulhamento e colocar viaturas para monitorar as áreas e impedir a formação de fluxo de pessoas. “Vamos otimizar o efetivo e ampliar o patrulhamento, trabalhando juntos, para cobrir mais pontos da cidade. Nossa intenção é agir de forma preventiva, inibindo a formação das aglomerações nas praças”, informou o Secretário de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública de Campinas, Christiano Biggi.

Além da aglomeração, que pode causar propagação do coronavírus, os frequentadores destes locais fazem manobras perigosas com motocicletas. Os veículos são irregulares e de leilão. “Tanto a GM quanto a PM também vão agir para reprimir este tipo de atitude. As manobras dos motoqueiros podem causar acidentes e machucar as pessoas”, disse o secretário.

A GM e a PM vão, ainda, compartilhar informações dos serviços de inteligência. O Serviço de Inteligência da GM vem monitorando redes sociais para identificar possíveis festas clandestinas e essas informações também serão compartilhadas e embasarão as ações.

Continue Lendo









<





Populares