Connect with us

Geral

Câncer de mama: lei garante reconstrução mamária, mas nem todas as mulheres são beneficiadas

Publicado

em

O câncer de mama é o tipo mais comum entre mulheres, depois do câncer de pele. O movimento Outubro Rosa promove diversas ações para conscientizar as mulheres sobre a importância da prevenção e direitos desde o diagnóstico até o tratamento da doença, que muitas vezes resulta na retirada do seio. Mas o tratamento não para por aí, ou pelo menos não deveria. É que a cirurgia de reconstrução mamária é um direito previsto em lei e faz parte da proposta de tratamento.

O cirurgião plástico Samir Eberlin, membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, esclarece que a lei 12.802, sancionada em 2013, garante as mulheres que submetem à mastectomia o direito de ter suas mamas reconstruídas logo após a retirada das mamas, caso ela tenha condição médica. “A reconstrução da mama faz parte da proposta de tratamento para o câncer. É um direito fundamental porque devolve a autoestima da mulher”, explica.

Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica mostram que em 2016 foram realizadas 62.379 cirurgias de reconstrução de mama no País. Estima-se que deste total, 15% tenham sido por causa de sequelas do câncer de mama.

De acordo com o cirurgião, há estudos que mostram que as mulheres com seio reconstruído têm menos chance de voltar a desenvolver a doença porque o câncer também está relacionado ao equilíbrio emocional. “Mulheres mastectomizadas têm mais tendência à depressão”, afirma.

Apesar de ter um direito garantido em lei, muitas mulheres que dependem do SUS nem sempre conseguem fazer a reconstrução da mama e ficam anos na fila aguardando para fazer a cirurgia reparadora.

A reconstrução das mamas pode ser realizada com utilização de próteses de mama, expansores de tecido ou tecido da própria paciente retirado de outras partes do corpo.

Movimento Outubro Rosa Novembro Azul

O cirurgião plástico Samir Eberlin é um dos apoiadoras e voluntários do “Movimento Outubro Rosa Novembro Azul”, realizado em Sumaré. O movimento promove ações para conscientizar as mulheres e homens sobre a importância da prevenção, além de arrecadar fundos para a realização de exames de mamografia e exame de próstata. Este ano, a estimativa é conseguir recursos para a realização de cerca de mil mamografias. Neste domingo, 8/10, a partir das 8h, acontece a 4ª Caminhada Outubro Rosa. A concentração será na Praça das Bandeiras.

Serviço:

Instituto Santé D´ Ór

Rua Antônio Jorge Chebab, 1716, Centro, Sumaré.

Telefone: 3873 1639 / 9 9602 2026

Clínica Bellederm

Rua Barbosa da Cunha, 437, Guanabara, Campinas.

Telefone: 3213 1700 / 9 7418 9006

Geral

Liberadas mais vagas para vacinar gestantes da área da saúde contra Covid

Publicado

em

Por

A Secretaria de Saúde de Campinas vai reabrir, a partir das 19h desta quarta-feira, 5 de maio, o agendamento para a vacinação de trabalhadoras de saúde
No grupo de trabalhadoras de saúde estão incluídas as profissionais que têm graduação ou curso técnico na área e as mulheres que trabalham no setor, incluindo recepcionistas de serviços de saúde, trabalhadoras da limpeza e lavanderias de serviços de saúde, cozinheiras de serviços de saúde, balconistas de farmácias, drogarias, entre outras que trabalham em estabelecimentos como hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios, drogarias, farmácias entre outros, além de cuidadoras de idosas registradas por empresas da área.
Profissionais de saúde devem apresentar o registro no Conselho de Classe e/ou outro comprovante, além de comprovante de trabalho no setor, que pode ser contrato de trabalho, contrato de prestação de serviços, holerite, crachá (desde que contenha minimamente as informações: nome do estabelecimento, nome e sobrenome da pessoa, cargo ou função) ou declaração emitida pelo serviço de saúde que comprove o vínculo empregatício da pessoa.
Grávidas e puérperas terão que levar o cartão pré-natal (caderneta da gestante). As lactantes devem apresentar a certidão de nascimento do bebê.
Todas as agendadas terão que apresentar o comprovante de agendamento impresso ou salvo como imagem em seu celular, documento oficial com foto e comprovante de residência no município em seu nome.

Continue Lendo

Geral

Aberto agendamento para vacinação de pessoas a partir dos 60 anos

Publicado

em

Por

Continue Lendo

Geral

Campinas zera fila de espera por leitos de enfermaria e UTI-Covid

Publicado

em

Por

Continue Lendo







Populares