Connect with us

Geral

Campinas tem 73,58% dos leitos de UTI-Covid ocupados nesta quinta, dia 3

Publicado

em

Campinas conta nesta quinta-feira, 3/12, com 159 leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 nas redes pública e particular. Deste total, 117 estão ocupados, o que corresponde a 73,58%. Há 42 leitos livres somando as redes pública e particular.


Os leitos estão divididos da seguinte maneira:

SUS Municipal: 64 leitos, dos quais 53 estão ocupados, o que equivale a 82,81%. Há 11 leitos livres.

SUS Estadual: 7 leitos, todos estão ocupados, o que corresponde a 100%. Não há leitos vagos.

Particular: 88 leitos, dos quais 57 estão ocupados, o que equivale a 64,77%. Há 31 leitos disponíveis.

Geral

Campinas recebe R$ 12 milhões do Estado e abre mais 15 leitos de UTI Covid

Publicado

em

Por

O prefeito de Campinas, Dário Saadi, anunciou na tarde desta sexta-feira, dia 22 de janeiro, que a Rede Mário Gatti vai receber R$ 12 milhões do governo do Estado de São Paulo para ações no enfrentamento da pandemia de Covid-19.
Conforme o prefeito, a previsão é que o dinheiro esteja disponível para o Fundo Municipal de Saúde até a próxima terça-feira, dia 26 de janeiro. “A verba garante a abertura de mais 15 leitos de UTI-Covid no Hospital Ouro Verde, até o final deste mês. Estes leitos serão acionados na área de cirurgia ambulatorial. O espaço já está preparado para funcionar como Unidade de Terapia Intensiva, com camas e equipamentos. Os recursos serão usados para contratação emergencial de equipe completa para manutenção de cada leito”, detalhou o prefeito.
A verba também será empregada na sustentação dos leitos de UTI e de enfermaria de Covid-19 já existentes. Com o recurso, a Rede estará com esses custos cobertos até maio de 2021.
A Rede Mário Gatti possui 92 leitos de enfermaria Covid e 50 de UTI Covid. Com a ampliação, passará a 65 leitos de UTI. No total, contará com 157 leitos exclusivos para pacientes com Covid-19 distribuídos entre os hospitais Mário Gatti, Ouro Verde e UPA Carlos Lourenço.
Transferência de recursos
A Resolução SS-9 do governo estadual, que permite a transferência de recursos do Fundo Estadual de Saúde aos Fundos Municipais, foi publicada nesta quinta-feira, dia 21. Além de Campinas, outros cinco municípios receberão repasses, totalizando R$ 21,1 milhões de reais. O maior montante é o de Campinas, de R$ 12 milhões.
O recurso é encaminhado primeiramente para o Fundo Municipal de Saúde de Campinas, que repassará o valor integralmente à Rede Mário Gatti.

Continue Lendo

Geral

Presença de alunos nas aulas passa a ser opcional nas fases vermelha e laranja

Publicado

em

Por

O Governador João Doria anunciou nesta sexta-feira (22) que a presença dos estudantes nas escolas para as aulas de todas as redes do Estado será opcional nas fases vermelha e laranja, as mais restritivas do Plano São Paulo.

“Devido exatamente ao crescimento da pandemia, a Secretaria Estadual de Educação está suspendendo a obrigatoriedade da presença física dos alunos, conforme estava planejada anteriormente, em sala de aula nas fases laranja e vermelha do Plano São Paulo”, disse Doria.

A medida altera o previsto na deliberação do Conselho Estadual da Educação, homologada nesta semana, sobre a obrigatoriedade de que pelo menos 1/3 das aulas deveriam ser cursadas em formato presencial. Agora, esta obrigatoriedade se aplica apenas às fases amarela e verde.

“Educação continua sendo prioridade e atividade essencial. Nossas escolas estarão abertas para dar todas as informações às famílias a partir de 1º de fevereiro. E com aulas para nossos estudantes da rede estadual a partir de 8 de fevereiro. Já as redes municipais e privadas podem manter seus calendários”, destacou o Secretário de Estado da Educação do Estado, Rossieli Soares.

Novas orientações poderão ser expedidas pelo Conselho Estadual da Educação, a depender da evolução da pandemia, bem como de outras medidas que venham a ser adotadas pelas autoridades da Saúde ou do Governo de São Paulo.

Formação e acolhimento

A partir da próxima terça-feira, 26, e também na primeira semana de fevereiro, a Seduc-SP se dedicará ao planejamento escolar, à formação das equipes escolares e à comunicação com as famílias a respeito dos protocolos de segurança para a retomada das aulas presenciais.

O retorno das aulas na rede estadual ocorre a partir do dia 8 de fevereiro. A primeira semana de atividades presenciais será voltada ao acolhimento dos alunos, à prática dos protocolos no ambiente escolar e ao aprendizado do uso das ferramentas tecnológicas.

Retorno regionalizado

Nas duas primeiras semanas, as escolas da rede estadual receberão até 35% de sua capacidade de alunos por dia. Após esse período, se uma região estiver na fase vermelha ou laranja do Plano São Paulo, as escolas poderão receber diariamente até 35% dos alunos matriculados. Na fase amarela, elas ficam autorizadas a atender até 70% dos estudantes; e na fase verde, até 100%. Os protocolos sanitários devem ser cumpridos em todas as fases.

Já as instituições de ensino superior poderão funcionar na fase amarela com até 35% das matrículas, e na fase verde, com até 70%. Nas etapas vermelha e laranja, elas não estão autorizadas a funcionar. Cursos superiores específicos da área médica têm o retorno presencial autorizado em todas as fases do Plano São Paulo.

Para a retomada, a Seduc-SP adquiriu e distribuiu uma série de insumos destinados tanto aos estudantes quanto aos servidores, como 12 milhões de máscaras de tecido, mais de 440 mil face shields (protetor facial de acrílico), 10.740 termômetros a laser, 10 mil totens de álcool em gel, 221 mil litros de sabonete líquido, 78 milhões de copos descartáveis, 112 mil litros de álcool em gel, 100 milhões de rolos de papel toalha e 1,8 milhão de rolos de papel higiênico.

Continue Lendo

Geral

Campinas registra mais sete mortes por Covid-19 e 254 casos da doença

Publicado

em

Por

coronavírus

O prefeito de Campinas, Dário Saadi, atualizou, nesta sexta-feira, 22 de janeiro, os novos dados da Covid-19 em Campinas. Foram registrados mais 254 casos da doença, totalizando 57.870 confirmações. Mais sete pessoas morreram e, com isso, a cidade passa a contar com 1.595 mortes em decorrência do novo coronavírus. Os dados foram divulgados durante transmissão ao vivo na internet.
Entre os óbitos, estão quatro homens e três mulheres. Quatro eram maiores de 60 anos (um era maior de 90 anos, dois tinham entre 80 e 89 anos e um entre 60 e 69). Três tinham menos de 60 anos (um entre 50 e 59 e dois entre 40 e 49 anos). Todos tinham comorbidades.
Perfil das mortes
– Homem de 83 anos. Tinha comorbidades. Morreu em 21 de janeiro.

– Homem de 47 anos. Tinha comorbidades. Morreu em 20 de janeiro.

– Mulher de 82 anos. Tinha comorbidades. Morreu em 20 de janeiro.

– Homem de 44 anos. Tinha comorbidades. Morreu em 19 de janeiro.

– Mulher de 63 anos. Tinha comorbidades. Morreu em 18 de janeiro.

– Mulher de 93 anos. Tinha comorbidades. Morreu em 14 de janeiro.

– Homem de 50 anos. Tinha comorbidades. Morreu em 9 de janeiro.

Continue Lendo









<





Populares