Connect with us

Geral

Campinas apresenta serviço de Acolhimento Familiar em ação da Fiesp/Ciesp

Publicado

em

O serviço de Acolhimento Familiar foi divulgado pela Prefeitura de Campinas nesta terça-feira, dia 3 de março, em evento organizado na capital paulista pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp). Campinas foi convidada para expor o trabalho porque o município é referência na área.
O evento incluiu uma oficina, dirigida para a proposta de desenvolver ideias e soluções inovadoras para três desafios temáticos ligados a programas sociais para crianças na primeira infância. Os desafios foram colocados para um grupo de pessoas que se inscreveram aleatoriamente para participar da dinâmica.
Os temas, apresentados por especialistas, foram “Transparência na demanda por vagas em creches”; “Empresas e a Primeira Infância” e “Famílias Acolhedoras”. Este último tema foi apresentado pela coordenadora do Plano Primeira Infância Campineira, Jane Valente.
O desafio proposto por Jane foi encontrar fórmulas para fortalecer o voluntariado pela modalidade de famílias acolhedoras. Os participantes tinham que refletir e sugerir ideias para envolver empresas e voluntários, a fim de viabilizar a expansão dos serviços de famílias acolhedoras.
O objetivo é conseguir que crianças, na primeira infância, não permaneçam em instituições de acolhimento durante o período de afastamento familiar por medida de proteção. “A reflexão também abrangeu a questão de possíveis incentivos que possam ser oferecidos pelas empresas para garantir a implementação de serviços de acolhimento familiar,” explicou a coordenadora.
A oficina realizada pela Fiesp/Ciesp integra um conjunto de ações e projetos que vêm acontecendo desde 2018. As iniciativas inserem-se no programa Ideathon Primeira Infância, implantado pela instituição.
Primeira Infância
Primeira Infância é a etapa da vida que começa no exame pré-natal e se prolonga até o sexto ano de vida. Pesquisas comprovaram que esse é um período crucial para o crescimento e o desenvolvimento do ser humano.
É exatamente nesses primeiros anos que o cérebro humano se desenvolve em um ritmo sem precedentes se comparado a qualquer outro momento da vida: nos primeiros mil dias de vida, quase mil células cerebrais se conectam por segundo. São essas conexões as responsáveis pela saúde mental e física, assim como pelos resultados da aprendizagem, aquisição de competências sociais e capacidade do ser humano de se adaptar e ser produtivo. “É por isso que falar de investimento em Primeira I
nfância é falar de investimento no futuro”, define Jane Valente.

Geral

Emdec reforça sinalização de velocidade máxima na Av. Washington Luiz

Publicado

em

Por

A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) reforçará nesta quarta-feira, 14 de abril, a sinalização da variação da velocidade máxima permitida na Avenida Washington Luiz, no trecho sentido Centro após o cruzamento com a Rua Agnaldo Macedo, no Parque Prado.

A velocidade máxima já é reduzida de 60 km/h para 50 km/h no local, contando com as devidas placas de regulamentação, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A nova placa que será instalada amplia a comunicação com os motoristas, trazendo o texto “A partir deste ponto” ao lado da indicação de “50 km/h”.

A variação da velocidade é justificada pelo maior fluxo de pedestres e veículos no entorno do Shopping Prado Boulevard, da Estação de Transferência Parque Prado, Escola Estadual Professora Neli Helena Assis de Andrade e próximo aos condomínios residenciais e estabelecimentos comerciais. Também há a Ciclovia Washington Luiz no canteiro central da avenida.

A Washington Luiz recebeu, em 2020, uma média diária de até 31 mil veículos, considerando os dois sentidos de circulação.

A nova placa abre a segunda etapa do reforço da sinalização em vias que possuem variações de velocidade, por características técnicas específicas”, explica o presidente da Emdec, Ayrton Camargo e Silva. “A instalação deverá aumentar a segurança viária. O principal objetivo é evitar acidentes e preservar vidas. O projeto também promove maior transparência na fiscalização de trânsito”.

Vias já sinalizadas
A Washington Luiz é o oitavo eixo viário que tem a sinalização reforçada.
Outros trechos viários já foram contemplados no município:
– Avenida Lix da Cunha (24/02);
– Túnel Joá Penteado e Avenida Dr. Ruy de Almeida Barbosa (03/03);
– Avenida Cônego Antônio Roccato / Rua Sylvia da Silva Braga (10/03);
– Avenida Comendador Aladino Selmi (17/03);
– Rodovia Dr. Heitor Penteado / Avenida Dr. Antônio Carlos Couto de Barros (24/03);
– Avenida Antônio Carlos de Salles Júnior (31/03);
– Avenida Theodureto de Almeida Camargo (07/04).

Todos estes locais possuem equipamentos de fiscalização eletrônica de velocidade (radares) e grande fluxo de veículos.

A segunda fase do projeto alcançará, ainda, o eixo composto pela Avenida Prefeito Magalhães Teixeira e Rua Dr. Celso da Silveira Rezende.

Continue Lendo

Geral

Saúde divulga alerta de alta incidência de dengue em diversos bairros em Campinas

Publicado

em

Por

A Secretaria de Saúde de Campinas emitiu, nesta terça-feira, dia 13 de abril, um alerta para alta incidência de casos de dengue nas regiões Sudoeste (especialmente nos bairros Jardim Profilurb e Parque Universitário de Viracopos), Noroeste (Jardim Florence II e Jardim Satélite Iris I), Norte (Bosque das Palmeiras ,Vila Boa Vista e Jardim Campineiro) e Leste (Vila Costa e Silva).

Quem mora nesses bairros citados acima deve intensificar o controle dos criadouros em suas residências para evitar o ciclo de vida e reprodução do mosquito Aedes Aegypti, já que, segundo a Secretaria de Saúde, 80% dos focos estão nos quintais e dentro de casa.

Entre os cuidados, os moradores devem manter caixa d’água fechada ou telada; limpar as calhas e, caso necessário, desentupi-as; trocar a água de vasos de plantas e lavar o recipiente com bucha e sabão para remover os ovos do mosquito.

As pessoas que têm bromélia devem regar a planta com mangueira de pressão uma vez por semana e limpar a face interna de todas as folhas (onde a água fica acumulada, o que favorece a proliferação de ovos e larvas do mosquito).

Outra recomendação é evitar o acúmulo de entulho e recicláveis. Quem precisa descartar este material, deve levar até um dos 16 ecopontos da cidade. Os endereços podem ser consultados na página http://www.campinas.sp.gov.br/governo/servicos-publicos/ecopontos/index.php.

As equipes da Secretaria de Saúde realizam diariamente, de segunda a sábado, ações de nebulização para o controle do mosquito. No entanto, o combate à dengue depende também da colaboração da população.

Continue Lendo

Geral

Prefeitura publica decreto de combate contra a corrupção na Administração

Publicado

em

Por

Continue Lendo







Populares