Connect with us

Geral

Campanha do Agasalho de Campinas ultrapassa 9,4 toneladas de doações

Publicado

em

A Campanha do Agasalho de Campinas alcançou nesta sexta-feira, dia 1º, a marca de 9.441 quilos de doações, entre roupas e cobertores. O número representa um avanço de 23,7% em relação ao último balanço, divulgado em 22 de junho. “É com muita satisfação e espírito solidário que celebramos esse novo patamar de doações. O povo de Campinas está de parabéns”, afirmou Vandecleya Moro, secretária municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Campinas.

No dia 6 de julho, será feita uma operação conjunta com o Exército para triar a grande quantidade de doações na quadra esportiva dos Patrulheiros Campinas. Esse ano, a campanha continua priorizando roupas masculinas, pois são as que menos chegam por meio de doações.

As doações podem ser feitas até o dia 31 de julho. Um hotsite foi criado especificamente para a campanha: https://campinas.sp.gov.br/doeagasalho.

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos destaca, ainda, para a importância de as peças estarem em bom estado de conservação.
O propósito da Campanha do Agasalho é a distribuição de roupas de inverno e cobertores à população socialmente vulnerável. A Campanha irá até o dia 30 de julho, podendo ser prorrogada em caso de necessidade.

Operação inverno
Desde 1º de maio, a Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos lançou a Operação Inverno, serviço de acolhimento a pessoas em situação de rua no município por meio do SOS Rua. A Operação Inverno se estende até o dia 30 de setembro.

Publicidade

Desde que começou, já foram registrados 3.570 atendimentos, foram distribuídos 6.013 cobertores e realizados 716 encaminhamentos a abrigos municipais.

Durante a Operação Inverno, o período de acolhimento do serviço SOS Rua passa a ser das 8h à 0h. O objetivo é acolher essas pessoas e, se elas aceitarem, as encaminhar aos serviços da rede de proteção, de assistência social e de saúde do município. O SOS Rua conta com equipe multidisciplinar composta por assistentes sociais, psicólogos e educadores que atuam diretamente nas ruas.

Desde a primeira semana do mês, reforçando a ação da Operação Inverno, o Bagageiro Municipal ampliou em mais duas horas o horário de atendimento à população socialmente vulnerável. O serviço está localizado na Rua José Cruz Ferreira Jorge, 32, na Vila Industrial, e funciona, agora, de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h. Antes da mudança, o horário de atendimento era até 17h.

A Secretaria também, em 5 de maio, ampliou o número de vagas em abrigos para pessoas em situação de rua. Além das 120 vagas já existentes no Samim, foram criadas mais 100 vagas na Casa da Cidadania.

Além da Operação Inverno, por meio do SOS Rua, a Prefeitura de Campinas mantém outras políticas públicas voltadas à população em situação de rua.

Publicidade

Mão amiga
Tendo como objetivo promover a reinserção social por meio da qualificação profissional de pessoas em situação de rua, o Mão Amiga oferece, durante o curso, uma bolsa de 277 UFICs, o que equivale a R$ 1.165,73, e dura de 12 a 24 meses. Desde 2016, quando foi criado, já foram certificados 166 bolsistas: 130 homens e 36 mulheres, que frequentaram aulas de hidráulica, elétrica e música. Mais de 20 ex-egressos do curso já entraram para o mercado de trabalho formal.

Operação “Amigos no trecho”
Iniciada em 1º de julho de 2021, o projeto envolve a Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, a Polícia Militar Rodoviária e as concessionárias que administram as estradas que passam pelo município de Campinas. Trata-se de um serviço 24 horas que, ao identificar um morador em situação de rua nas estradas, aborda, identifica-o e oferece acolhimento no albergue municipal.

Recâmbio
O Recâmbio de Migrantes é um programa da Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos cujo propósito é garantir o retorno seguro de pessoas socialmente vulneráveis a seus locais de origem.

Centros POP Sares unidade 1 e unidade 2
São equipamentos públicos que ofertam atendimento especializado para pessoas em situação de rua. As ações desenvolvidas são: acolhida; escuta qualificada e compreensão do contexto familiar e social dos (as) usuários (as); orientação sobre documentação pessoal; compreensão da complexidade e da dimensão social que perpassa a situação de rua; incentivo à participação social dos (as) usuários (as) e a defesa de direitos e oferta de cuidados de higiene, vestuário e alimentação.

Casas de passagem
As duas casas de passagem em Campinas acolhem pessoas em situação de rua, oferecendo espaço transitório de moradia para a construção do processo de saída das ruas. Oferece cuidados de higiene, saúde, alimentação, vestuário, documentação e convivência.

Publicidade

Abrigos
A Prefeitura conta com três abrigos masculinos, um feminino e um albergue municipal (Samim).

Consultório na rua
A Secretaria Municipal de Saúde mantém o Consultório na Rua, que visa atender a essa população. Por meio de um veículo adaptado que percorre diversas áreas da cidade, o Consultório na Rua oferece cuidados em saúde a essas pessoas em seus próprios contextos de vida. É composto por duas equipes multidisciplinares que contam com médicos, psicólogos, assistentes sociais, auxiliares de enfermagem, enfermeiros e redutores (pessoas que trabalham com a política de redução dos danos causados pelas drogas).

O foco do atendimento é voltado para doenças ou condições que mais atingem os moradores em situação de rua, como tuberculose, alcoolismo e combate ao crack e outras drogas. Orienta essa população sobre doenças, como as sexualmente transmissíveis e hepatites. Realiza curativos, testes de diabetes e medição de pressão.

Geral

Prefeitura homologa licitação para pavimentação no Jardim Monte Líbano

Publicado

em

Por

A Prefeitura de Campinas, por meio da Secretaria de Administração, homologou o processo licitatório para execução de obras de pavimentação e drenagem do Jardim Monte Líbano, região Sul da cidade. Serão pavimentados três quilômetros de vias. Ação faz parte do Programa Meu Bairro Bem Melhor 2.

O valor do contrato ultrapassa os R$ 7 milhões. A homologação do processo foi publicada na edição desta terça-feira, 16 de agosto, do Diário Oficial do Município.

A empresa vencedora do pregão foi a GLM7 Engenharia Construções Ltda. Nos próximos 15 dias ocorre a autorização da despesa pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) e, na sequência, a assinatura do contrato.

Conforme o secretário da Seinfra, Carlos José Barreiro, até o momento foram homologados quatro processos licitatórios para execução de obras de pavimentação e drenagem. São mais de 14 quilômetros de vias pavimentadas, além da implantação de mais de 12 quilômetros de rede de drenagem, com investimento da ordem de R$ 28 milhões.

A Secretaria já autorizou despesa para a execução das obras do Jardim Itayu e Sul América. Em breve, assinaremos as ordens de serviço e consequente início do trabalho”, detalhou o secretário.

Publicidade

Meu Bairro Bem Melhor 2
O programa Meu Bairro Bem Melhor 2, lançado em setembro do ano passado, faz parte do Paes (Programa de Ativação Econômica e Social) e vai beneficiar cerca de 40 mil moradores de 13 bairros da cidade. A previsão é executar mais de 35 km de rede de drenagem e mais de 50 km de pavimentação de vias.

Além dos bairros que já tiveram a licitação homologada, também serão beneficiados o Vila Palmeiras; Jardim Campo Belo 1, 2 e 3; Parque Centenário; Jardim Campina Grande; Jardim Lisa 2; Jardim Satélite Íris 2 e Parque dos Pomares.

Informações
Jardim Monte Líbano – Região Sul
Investimento: R$ 7,2 milhões (R$7. 219. 631,48)
Pavimentação de vias: 3 quilômetros (23.300 metros quadrados)
Rede de drenagem: 2,5 quilômetros
População beneficiada: 1 mil pessoas.

Continue Lendo

Geral

Prefeito participa do lançamento do projeto Coalizão pelo Impacto

Publicado

em

Por

O prefeito Dário Saadi participou, na manhã desta terça-feira, 16 de agosto, do lançamento do projeto Coalizão pelo Impacto, uma iniciativa nacional por mais e melhores negócios. O evento, realizado no Espaço Mescla da PUC Campinas, reuniu representantes da universidade, do Instituto de Cidadania Empresarial (ICE), da Fundação Feac e da Fundação Educar.
O objetivo do projeto é atrair para a cidade negócios nos setores de incubadoras, aceleradoras, parques tecnológicos, startups, hubs de negócios, instituições de ensino superior, empresas e outras organizações que apoiam empreendedores comprometidos a estruturar negócios que resolvam problemas sociais e ambientais.
Para o prefeito, essa é uma iniciativa fantástica que tem como foco o empreendedorismo na transformação social. “Campinas foi uma das seis cidades do Brasil escolhidas para o lançamento desse programa que visa transformar o empresário num modificador do cenário social”, ressaltou.
O anfitrião do evento, professor Germano Rigacci Júnior, reitor da PUC Campinas, destacou a inclusão de Campinas na Coalizão pelo Impacto. “Temos que estar sempre envolvidos com projetos que gerem impacto social. Estamos juntos com a Feac que, como a nossa universidade, tem tradição de promover projetos sociais em áreas de vulnerabilidade social na cidade de Campinas”, disse. “A Coalizão pelo Impacto vem ao encontro do que nos inspira – o cuidado que devemos ter com a natureza, com as pessoas no sentido de promover a dignidade humana e promover o cuidado com o meio ambiente”, completou.
A Coalizão pelo Impacto é uma ação do Instituto de Cidadania Empresarial (ICE), Instituto Helda Gerdau, Instituto Humanize e a Somos Um. O programa conta com parceria estratégica da Cosan, Fundação Feac, Fundação Educar, Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Instituto Sabin e Raia Drogasil. As ações de Campinas estão sob a coordenação do Impact Hub São Paulo e contam com apoio também da PUC Campinas.
Sobre Coalização pelo Impacto
Em cinco anos, a Coalizão pelo Impacto pretende mobilizar R$ 21,5 milhões em recursos filantrópicos para construção da infraestrutura do ecossistema de impacto nas seis cidades escolhidas – Campinas (SP), Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE), Belém (PA) e Paranaguá (PR). Os recursos serão obtidos por meio do apoio a organizações dinamizadoras de impacto.
A expectativa é fortalecer 500 negócios de impacto.

Continue Lendo

Geral

Prefeitura de Campinas divulga resultados de dois concursos públicos

Publicado

em

Por

A Secretaria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas publicou no Diário Oficial desta terça-feira, 16 de agosto, os resultados dos concursos para agente de educação infantil e para o saúde/geral. O Diário Oficial está disponível no www.campinas.sp.gov.br/diario-oficial/ .

Os candidatos ao cargo de agente de educação infantil podem consultar o resultado das questões dissertativas da prova de conhecimentos, a nota de corte das questões objetivas e a relação dos candidatos habilitados para a correção dessas questões.

Quem discordar dos resultados pode entrar com um recurso, nos dias 17 e 18, pelo site da Vunesp (www.vunesp.com.br).

Saúde/geral
No caso do concurso da saúde e cargos gerais, os candidatos terão acesso aos resultados dos recursos contra a aplicação da prova e contra o gabarito, além da pontuação na prova objetiva e do gabarito atualizado para alguns cargos, após análise dos recursos.

São três listas. Na primeira, constam os candidatos habilitados inicialmente com base em um dos critérios do edital, ou seja, que obtiveram nota mínima; na segunda, os que não atingiram a nota mínima e foram eliminados e na terceira os que faltaram à prova”, explicou Juliana Miorin, coordenadora de Concursos, Recrutamento e Seleção.

Publicidade

Para o resultado da prova objetiva, os candidatos também têm direito a recursos, que pode ser protocolado nos dias 17 e 18 de agosto, no site da Vunesp (vunesp.com.br).

Continue Lendo

Populares