Connect with us

Geral

BRT: John Boyd ganha nova marginal no Satélite Íris nesta segunda

Publicado

em

No contexto das obras de implantação do Corredor BRT (Bus Rapid Transit – Ônibus de Trânsito Rápido) Campo Grande, na região do Satélite Íris, foram concluídas as obras da nova marginal da Avenida John Boyd Dunlop, no sentido centro – bairro, no trecho entre a Rua Dr. Carlos Macia e a Pirelli. Ao longo desta segunda-feira, 17 de junho, o novo viário será aberto à circulação de veículos, passando a funcionar como pista expressa. 

 

Com a liberação, a atual pista expressa da Avenida JBD, neste trecho do sentido centro – bairro, será interditada ao tráfego de veículos. O fluxo será desviado para a nova marginal, assim como já ocorre no sentido bairro – Centro, onde os veículos atualmente circulam pelas marginais Vicente de Marchi e Tom de Araújo. 

 

A medida é necessária para avanço das obras de execução do pavimento do Corredor BRT, em trecho de 1.165 metros da avenida. As novas intervenções estão dentro dos 3,1 km de obras iniciadas em setembro de 2018, quando houve o bloqueio da via expressa, no sentido bairro – centro, desde o viaduto da Rodovia dos Bandeirantes até as proximidades da Pirelli. A região recebe a implantação de novo pavimento, construção do Terminal Satélite Íris e das estações Bandeirantes e Nova Aliança. 

 

“O BRT campineiro vai além da execução dos corredores e obras de arte. Inclui melhorias na infraestrutura viária das regiões impactadas, como é o caso desta nova pista expressa na Avenida John Boyd Dunlop”, destaca o secretário de Transportes e presidente da Emdec, Carlos José Barreiro.

 

Medidas operacionais

 

Para disciplinar a circulação no trecho impactado, a Emdec adotada medidas operacionais de trânsito e executa as devidas sinalizações viárias. 

 

Os motoristas que trafegam no sentido bairro e desejam acessar o sentido contrário, deverão retornar na altura das ruas Heitor Lacerda Guedes e Lúcio Esteves. Já, quem trafega no sentido centro, segue retornando em frente à Pirelli, convergindo da marginal para a pista central. 

 

Os pontos de ônibus existentes no trecho em obras serão mantidos. Agentes da Mobilidade Urbana circulam pela região em obras, monitorando o trânsito e auxiliando na segurança e fluidez da circulação viária. A população pode esclarecer dúvidas pelo telefone 118, o “Fale Conosco Emdec”; ou pelo WhatsApp BRT Agora, pelo número (19) 99830-2019. 

BRT Campo Grande

 

O trecho complementar de obras integra o Lote 2, Trecho 3, da implantação do Corredor Campo Grande, que vai desde o viaduto da Rodovia dos Bandeirantes até o Terminal Campo Grande, totalizando 6,4 km de extensão. A responsável pela execução das obras é a empresa Construcap – CCPS Engenharia e Comércio. 

 

O BRT Campo Grande terá 17,9 km de extensão, saindo da região central, ao lado do Terminal Mercado, seguindo pelo leito desativado do antigo VLT, Avenida JBD, passando pelo Terminal Campo Grande e chegando ao Terminal Itajaí. Os três corredores BRT do município – Campo Grande, Ouro Verde e Perimetral – têm custo total de R$ 451,5 milhões. São 36,6 km de corredores, com previsão de conclusão total em meados de 2020.

 

 

 

 

Geral

Processo Seletivo Rede Escolar SESI-SP 2021 – Vagas Remanescentes

Publicado

em

Por

De 24 de fevereiro a 02 de março de 2021, a rede escolar SESI-SP abre nova chamada de inscrições para vagas remanescentes em diversas cidades.

As vagas abertas serão prioritariamente preenchidas por filhos de trabalhadores da indústria. Demais públicos serão contemplados após atendimento à categoria, de acordo com a disponibilidade de vagas.

Do 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental, as vagas serão preenchidas por meio de sorteio.

Devido às restrições para a realização de eventos presenciais, as vagas para o 4º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio serão preenchidas por meio de sorteio e análise de rendimentos (histórico escolar), referente ao ano letivo de 2019, substituindo a etapa composta por prova.

Clique aqui para ter mais detalhes sobre o processo

Continue Lendo

Geral

Planejamento remodela setores internos para agilizar aprovação de projetos

Publicado

em

Por

A Secretaria de Planejamento e Urbanismo (Seplurb) alterou procedimentos internos e integrou as equipes para facilitar a tramitação de documentos e agilizar a análise e a aprovação de empreendimentos em Campinas. O rearranjo interno é parte do processo de desburocratização da Administração, que começou pela área de urbanismo, para dar rapidez à aprovação de projetos, alavancar investimentos e gerar empregos na cidade.

Uma das mudanças foi a transferência da Coordenadoria de Parcelamento do Solo (CPS) do Departamento de Urbanismo (DUOS) para o Departamento de Planejamento (Deplan) para compatibilizar todas as diretrizes urbanísticas e ambientais junto à equipe que analisa loteamentos.
Assim, empreendedores deverão, a partir de agora, procurar a equipe no 19º andar para apresentar os projetos e documentos. O agendamento do atendimento pode ser feito pelo fone 21160227.

Uma alteração importante no processo de aprovação de loteamento é que a Aprovação Prévia será emitida mesmo necessitando retificar a matrícula, que será exigida para a aprovação final, antes da publicação do decreto.

Para isso, o interessado deverá assinar o termo de compromisso, se comprometendo a retificar a matrícula. O Grupo de Análise e Aprovação de Projetos Habitacionais (Grapohab) já vem adotando isso conforme o item 6 do Manual de Aprovação de Projetos Habitacionais. Essa ação permite agilizar as análises junto aos órgãos estaduais.

Continue Lendo

Geral

Investimentos anunciados na RMC foram de R$ 583,8 mi no 2º semestre

Publicado

em

Por

A Piesp (Pesquisa de Investimentos Anunciados no Estado de São Paulo), elaborada pelo Seade (Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados), registrou investimentos anunciados no total de R$ 583,8 milhões no segundo semestre de 2020 na RMC (Região Metropolitana de Campinas). Ao todo, foram 33 investimentos entre julho e dezembro nas cidades de Campinas, Sumaré, Paulínia, Vinhedo, Holambra, Jaguariúna, Pedreira e Americana, aponta o levantamento. No Estado de São Paulos, os investimentos totalizaram R$ 25 bilhões nos seis últimos meses do ano passado.

Assim como no Estado, a maior parcela dos investimentos anunciados na RMC (Região Metropolitana de Campinas) foi destinada à infraestrutura, direcionados em especial aos transportes, sob o impulso de concessões do setor público a empresas privadas, como a implantação de marginais e remodelação dos dispositivos na rodovia D. Pedro I (SP-065), em Campinas, que somaram R$ 186,8 milhões em investimentos por parte da concessionária Rota das Bandeiras.

Destaque também para a instalação da linha de produção de motoniveladoras pela empresa John Deere, em Indaiatuba, cujo investimento foi de R$ 225 milhões. Já em Sumaré, a CPFL Paulista investiu R$ 11 milhões na construção de uma subestação de energia com sete alimentadores, além de promover a modernização e automatização da rede elétrica

DESEMPENHO REGIONAL. A Região Metropolitana de São Paulo concentrou mais de 80% dos recursos anunciados no segundo semestre de 2020, com um total de R$ 20,1 bilhões. Na sequência, as regiões com maior destaque foram as de São José dos Campos (R$ 687,7 milhões), Araçatuba (R$ 624,7 milhões) e Campinas (R$ 583,8 milhões). Os investimentos com abrangência inter-regional totalizaram R$ 1,5 bilhão, 5,9% do total.

Continue Lendo









<





Populares