Connect with us

Geral

Bonecos manipuláveis serão aliados na inclusão de crianças com deficiência

Publicado

em

A magia que envolve as brincadeiras infantis trouxe encantamento para a cerimônia de apresentação dos cinco personagens da Turminha da Inclusão na Diversão. A proposta é trabalhar de forma lúdica a sensibilização e a importância do processo de inclusão da pessoa com deficiência no município de Campinas.
A apresentação dos personagens, transformados em bonecos, ocorreu na tarde desta quarta-feira, dia 28 de novembro, na Sala Azul do Gabinete. Participaram as crianças e suas famílias, técnicos que atuam na área e autoridades municipais.
Os bonecos manipuláveis e a história das crianças que deram origem aos personagens passam a integrar as atividades da Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos (SMASDH). Haverá nova apresentação no 1º Festival de Arte “Inclusão na Diversão” no próximo sábado, 1º de dezembro, no Parque das Águas.
Tanto os personagens da Turminha da Inclusão quanto o Festival de Arte visam promover a educação em Direitos Humanos e sensibilizar a população, especialmente crianças, sobre a riqueza das diferenças e combate ao preconceito. O projeto foi elaborado pelo Centro de Referência da Pessoa com Deficiência (CRPD/SMASDH) e contemplado com a premiação, em primeiro lugar, pelo edital do PROAC – Programa de Ação Cultural da  Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.
Emocionada com o resultado do trabalho, a secretária da SMASDH, Eliane Jocelaine Pereira, afirmou que a secretaria tem trabalhado muito, nesta gestão, para que a política da pessoa com deficiência avance ainda mais no município e esteja sempre em pauta. “Hoje temos um produto social valiosíssimo nas mãos como mais uma ferramenta de transformação da sociedade. Por isso quero ressaltar o empenho de nossa equipe na elaboração do projeto que culminou com a aprovação no Proac, na criação da Turminha e do Festival, com o intuito de promover a educação em Direitos Humanos e sensibilização da população, tendo em vista o combate ao preconceito”, afirmou.
Para a secretária de Educação, Solange Pelicer, o momento é de celebração. A premiação do Proac vem ao encontro do trabalho que é realizado na Rede Municipal de Ensino que, atualmente, atende mais de mil crianças com deficiência. “Esta será mais uma ação intersetorial, que terá total efetividade”, concluiu.
Criação
Os personagens da Turminha foram inspirados em crianças reais atendidas pelo Centro de Referência da Pessoa com Deficiência. A turminha é composta por cinco crianças: Sofia, criança cega; João Victor, com deficiência física; Jade, sem deficiência; Enzo, que tem deficiência intelectual (autista); e Isabela, criança surda.
As ilustrações foram feitas voluntariamente pelo produtor Leandro Bucatte, diretor de Planejamento e responsável pela direção e criação de arte gráfica e audiovisual do LC2 Group. A partir das ilustrações, foram feitos bonecos manipuláveis para apresentação de teatro e ações interativas nas escolas e demais atividades.
De acordo com Bucatte, esse projeto transformou a sua visão sobre as questões que envolvem pessoas com deficiência. “Tenho mais de 20 anos de profissão e nunca tinha feito nada inclusivo. Esse projeto tem que estar em todos os lugares para que cresça e transforme outras pessoas, como me transformou”.

Geral

Ação autua estabelecimentos por descumprirem medidas sanitárias

Publicado

em

Por

Dois estabelecimentos foram autuados pela Vigilância Sanitária na noite de ontem (sábado, 10 de abril) por descumprimento das medidas sanitárias, como falta de máscaras por funcionários e por não haver controle de fluxo de pessoas no interior.

A ação vistoriou 22 estabelecimentos comerciais nos bairros Vila Pompéia, Jardim Novo Campos Elíseos e Jardim Santa Lúcia, entre eles padarias, bares, restaurantes, lanchonetes, comércios de bebidas, lojas de variedades, lojas de conveniência, drogarias, lojas de departamento, supermercados, pizzarias e sorveterias.


A fiscalização é realizada com base em denúncias recebidas pela população por meio do 156 e baseada nas regiões da cidade com mais casos de Covid-19. Segundo mapeamento da Prefeitura, a região do Novo Campos Elíseos é a que apresenta maior taxa de letalidade por Covid-19 desde o início da pandemia. Em seguida, aparece a região do Jardim Eulina.
A multa prevista no decreto é de R$ 3.030,88 para o descumprimento dos protocolos sanitários.


A Vigilância pede a colaboração da população para denunciar irregularidades pelo 156 (telefone ou Portal do Cidadão no endereço https://cidadao.campinas.sp.gov.br) e também pelo número 0800-771-3541, do sistema Estadual.

Continue Lendo

Geral

Campinas Sem Fome: 12,8 mil quilos de alimentos apenas no 1º dia

Publicado

em

Por

O primeiro dia de mobilização no “Dia D” da Campanha Campinas sem Fome, ontem, sábado, 10 de abril, arrecadou 12,8 mil quilos de alimentos não perecíveis, o que corresponde a 656 cestas básicas e quase 1,2 mil quilos de alimentos avulsos. Além disso, foram doados pela população 700 quilos de produtos de higiene e limpeza. A ação continua hoje (domingo, 11 de abril) até às 17h. Entre 8h e 14h30 deste domingo foram 4.051 quilos de alimentos e 109,5 quilos de produtos de higiene e limpeza entregues pela população.

O Banco de Alimentos estima que desde o começo da campanha, em 22 de março, até a manhã deste domingo, mais de 250 toneladas de alimentos perecíveis já foram doados pelos campineiros.

A doação é no sistema de drive-thru no Paço Municipal, com acesso pela Rua Barreto Leme. Para evitar aglomeração, não é necessário descer do veículo para entregar os produtos. Basta parar num dos pontos de coleta, sendo o primeiro próximo à entrada do arruamento do Paço Municipal e o outro na entrada do estacionamento externo. Os voluntários retiram os produtos e direcionam para serem transportados em vans até o Banco de Alimentos.


Os donativos vão para o Banco de Alimentos, que repassa para 145 entidades cadastradas na rede assistencial da Prefeitura. As instituições distribuem para as famílias em situação de vulnerabilidade social e nutricional e que estão cadastradas no aplicativo Viva Vida.

A ação tem apoio das secretarias e autarquias municipais, da Guarda Municipal, Ceasa, Sanasa, Emdec e da Transurc. O Exército também apoia com duas equipes, uma no Paço e a outra na sede do Banco de Alimentos, onde será feita a triagem, pesagem e armazenamento adequado.

Continue Lendo

Geral

Ação da Vigilância Sanitária interdita um estabelecimento e autua quatro

Publicado

em

Por

A Coordenadoria da Vigilância Sanitária autuou quatro estabelecimentos e interditou um em ações de fiscalização ontem, sexta-feira, dia 9 de abril. A interdição se deu em um estabelecimento não essencial que estava funcionando e as autuações por serviços essenciais, que descumpriam os protocolos sanitários.


Com o objetivo de atender denúncias recebidas via 156, as equipes da Vigilância vistoriaram academias, salões de beleza, clínicas médicas, consultórios, supermercados, hortifrutis, padarias, açougues, sorveterias, lojas de suplementos, drogarias, comércios de vestuário, lanchonetes, bares, restaurantes e adegas. Os proprietários e responsáveis pelos estabelecimentos foram orientados sobre as medidas sanitárias obrigatórias previstas nos decretos municipais vigentes.


Durante a operação, houve colaboração da população, que abordou os fiscais para tirar dúvidas e fazer denúncias de estabelecimentos funcionando irregularmente.
Uma equipe de técnicos inspecionou uma instituição de longa permanência para idosos (ILPI), na Vila Industrial, para avaliação das medidas adotadas para a prevenção da Covid-19. Os fiscais constataram irregularidades sanitárias e abriram processo administrativo para apurar os fatos.


A Coordenadoria da Vigilância Sanitária reforça que a população pode denunciar situações em desacordo com os decretos municipais e demais medidas de controle para prevenção da Covid-19 pelo Portal do Cidadão – 156 (por telefone ou site) ou pelo Canal de Denúncias Estadual, tel: 0800-771 3541. O órgão também pede a colaboração dos cidadãos, com relação ao uso de máscara em locais públicos, higienização das mãos e para evitar aglomerações, principalmente festas clandestinas.

Continue Lendo







Populares