Connect with us

Geral

Banda Homens de Cor se apresenta neste domingo no Largo do Pará

Publicado

em

Sob a batuta do maestro Venâncio Souza, a Corporação Musical Campineira dos Homens de Cor, uma das bandas mais tradicionais da cidade, se apresenta no próximo domingo, 19 de novembro, às 9h30, no Largo do Pará, em Campinas. No repertório, clássicos da música brasileira e internacionais. O concerto, que marca o Mês da Consciência Negra, tem entrada gratuita.

Fundada em 1933, a banda traz um importante legado de resistência histórica: foi criada para que os negros campineiros – impedidos de participar de grupos de branco – pudessem expressar seus valores culturais, fazendo da arte um instrumento de luta e cidadania.

No momento, o grupo está aberto à participação de novos músicos. Os ensaios são realizados às terças, das 19h às 21h.Os interessados podem entrar contato com Alexandra (19) 99176.9736, Elisete (19) 98730.1248// (19) 99692.9173 ou Mauro (19) 99225.7194.

A Corporação dos Homens de Cor está localizada à Rua Luzitana, 127, Bosque, Campinas.

Geral

Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol

Publicado

em

Por

O consumidor, afetado pelo preço da gasolina, também está tendo dificuldades para recorrer ao substituto imediato nos veículos com motor flex. Motivado por uma combinação de entressafra e aumento de demanda, o preço do etanol hidratado acumula aumento de 21,1% desde janeiro, segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP).

O preço médio do litro do combustível saltou de R$ 3,221 para R$ 3,901, conforme o levantamento semanal da ANP. Apesar de ser mais cara que o etanol, a gasolina comum subiu menos: 14,6% de janeiro a março. O preço médio do litro da gasolina no país passou de R$ 4,622 para R$ 5,299.

No atacado, o aumento é ainda maior. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o etanol acumula alta de 35% nas usinas do Centro-Sul, a principal região produtora do país.

Dependendo do modelo do veículo, o etanol torna-se vantajoso quando custa até ou menos que 75% do valor da gasolina. Segundo o levantamento da ANP, somente seis estados atingiram essa proporção na primeira semana de março: Goiás (68,9%), Mato Grosso (69,3%), Minas Gerais (72,8%), Amazonas (74,4%), Mato Grosso do Sul (74,7%) e Sergipe (74,9%).

Em alguns estados, o preço do etanol quase se iguala ao da gasolina. As maiores proporções foram registradas no Amapá (93,9%), Rio Grande do Sul (91%), em Santa Catarina (85,9%) e no Pará (83%).

Demanda e oferta

Mesmo com o etanol sendo desvantajoso na maioria dos estados, a demanda pelo substituto da gasolina está aumentando. De acordo com a edição mais recente do Boletim de Monitoramento Covid-19, do Ministério de Minas e Energia, o consumo de gasolina em 2021, até 23 de fevereiro, tinha caído 4,1% em relação ao mesmo período do ano passado. Em contrapartida, o consumo de etanol hidratado subiu 6,1% na mesma comparação.

À demanda maior do etanol, somam-se fatores ligados à safra de cana-de-açúcar. A tradicional entressafra, no início do ano, encarece o etanol no primeiro quadrimestre. Neste ano, porém, a oferta continuará baixa por mais tempo.

Segundo a União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Única), a safra deste ano deve atrasar por causa da estiagem no segundo semestre do ano passado no Centro-Sul. Com menos chuva na primavera, as plantações de cana estão levando mais tempo para se desenvolver, fazendo parte das usinas adiar a colheita que costuma ocorrer no início de abril.

Durante a entressafra, a produção de etanol de milho costuma substituir o combustível proveniente da cana-de-açúcar. O ritmo, no entanto, é insuficiente para repor a oferta. Até a metade de fevereiro, conforme o levantamento mais recente da Única, a produção de etanol acumulava 29,68 bilhões de litros, queda de 8,54% sobre os 32,45 bilhões de litros obtidos no mesmo período na safra 2019/2020.

fonte ebc

Continue Lendo

Geral

Campanha convida servidores a valorizarem as colegas de trabalho

Publicado

em

Por

No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, em 8 de março, a Coordenadoria da Mulher da Secretaria de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos e a Secretaria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas estão propondo que também as servidoras municipais tenham uma ação voltada especialmente para elas.

A ideia é de que sejam valorizadas por quem trabalha na sala ao lado, no mesmo andar ou até em outros setores da Prefeitura, com o recebimento de cartões que lembram a competência, criatividade e empenho com que desempenham suas funções.

Batizada de Semana de Reconhecimento e Valorização das Servidoras Públicas Municipais, a ação será desenvolvida de 8 a 15 de março a partir de modelos de cartões de felicitação e cumprimento que serão enviados a todos os servidores pelo e-mail institucional.

Quem, homem ou mulher, quiser parabenizar alguma servidora, escolhe o cartão que mais lhe agradar e envia a mensagem por e-mail, redes sociais ou da forma que preferir.

A campanha convida: “surpreenda sua colega de trabalho e demonstre o quanto suas habilidades e profissionalismo fazem a diferença”. A responsável pela Coordenadoria da Mulher, Elza Frattini, explica que o objetivo é “reconhecer e valorizar as servidoras públicas municipais de Campinas através de ações que enalteçam a atuação das mulheres no setor público municipal”.

Mas as organizadoras da campanha vão além, e apostam que o envio do cartão será também um gesto de carinho à servidora que divide responsabilidades e tarefas com o remetente, e que o reconhecimento contribuirá até para tornar o ambiente de trabalho ainda mais colaborativo.

Os modelos dos cartões serão enviados na próxima segunda-feira, dia 8, e já poderão começar a ser compartilhados. A hashtag #marcodelas# vai identificar e reforçar a proposta

Continue Lendo

Geral

Prefeito visita Hospital Metropolitano e conhece instalações da unidade

Publicado

em

Por

O prefeito Dário Saadi esteve nesta sexta-feira, 5 de março, no Hospital Metropolitano acompanhado do presidente da Rede Mário Gatti, Sérgio Bisogni, para conhecer a nova estrutura de leitos de UTI, enfermarias e de observação que começará a funcionar, progressivamente, para reforçar a oferta de atendimento a pacientes com Covid-19 do SUS Municipal em Campinas.

“A requisição administrativa do Hospital Metropolitano foi uma decisão extremamente difícil, mas necessária para ampliar, em caráter de urgência, o atendimento a pacientes com Covid-19 em Campinas”, disse.

O hospital foi encampado administrativamente esta semana pela Rede Mário Gatti e está, desde quinta-feira, 4,, recebendo pacientes com sintomas gripais. Até então, eles eram atendidos no gripário do Hospital Municipal Mário Gatti.

O novo espaço conta com sete leitos de observação e recebeu reforço de 12 pontos de oxigenoterapia (que substituem os artigos cilindros). No primeiro dia de funcionamento, 103 pacientes foram atendidos. A unidade funciona 24 horas.

Na próxima semana, começa a transferência de pacientes internados em UTI da rede para o Metropolitano. Toda a estrutura necessária já está montada para iniciar a operação na unidade que terá 15 leitos de terapia intensiva e 30 de enfermaria. A implantação será gradativa ao longo dos próximos 14 dias.

Além da ampliação no Hospital Metropolitano, o SUS Municipal terá mais dois leitos de UTI no Hospital Samaritano, 28 leitos de enfermaria no Hospital Ouro Verde e 24 na UPA Anchieta Metropolitana. Os leitos da UPA começam a funcionar na segunda-feira.

Com isso, o SUS Municipal terá mais 17 leitos de terapia intensiva e passará a contar com 132 em até duas semanas. Serão também mais 82 leitos de enfermaria, o que elevará a disponibilidade para 221.

Continue Lendo









<





Populares