Connect with us

Geral

Avenida John Boyd Dunlop terá novo trecho de obras do BRT Campo Grande

Publicado

em

Uma nova frente das obras de implantação do Corredor BRT (Bus Rapid Transit – Ônibus de Trânsito Rápido) Campo Grande será iniciada na Avenida John Boyd Dunlop (JBD), na próxima terça-feira, dia 22 de janeiro. Os trabalhos avançam para mais 1,1 km da via, desde a PUCC II até a altura da Avenida Transamazônica, próximo ao Colégio Raphael Di Santo.

 

O novo trecho corta os bairros Parque da Fazenda, Jardim Ibirapuera, Jardim Londres, Jardim Paulicéia, Vila Castelo Branco e Jardim Garcia. As obras consistem na demolição do canteiro central, implantação de novo pavimento para os veículos BRT e construção das estações Jardim Londres e Jardim Garcia. Também será construída uma obra de arte (passagem inferior) sob a Avenida John Boyd Dunlop, na altura da Rua Sebastião Lázaro da Silva.

 

Para a execução da nova etapa, a via expressa da Avenida JBD será interditada ao tráfego de veículos no trecho em obras, em ambos os sentidos. O trânsito será desviado para as marginais e não haverá interdição no cruzamento entre as avenidas JBD e Brasília, que estará liberado à passagem de motoristas e pedestres.

 

A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) adotou plano operacional de trânsito, transporte e comunicação, para minimizar os impactos à população e garantir a fluidez viária. As medidas estão sendo colocadas em prática gradativamente, desde o dia 7 de janeiro, quando teve início a divulgação do projeto a moradores e comerciantes da região em obras. Também ocorreram reuniões com representantes de polos comerciais e instituições localizadas na região em obras (PUCC II, Faculdade Anhanguera, Delegacia de Polícia e Supermercado Covabra).

 

“Esse planejamento envolve várias equipes técnicas da Emdec, que atuam em conjunto para que a obra ocorra com o menor impacto possível à população. Esta será a terceira frente de trabalhos na Avenida John Boyd Dunlop, o que demonstra o quanto as obras de implantação do Corredor BRT avançam rapidamente em Campinas”, pontua o secretário de Transportes e presidente da Emdec, Carlos José Barreiro.

 

Medidas operacionais

 

A velocidade máxima permitida no trecho impactado passa a ser de 40 km/h. O estacionamento de veículos fica proibido ao longo de todo o trecho em obras, em ambos os sentidos.

 

A partir do dia 22 de janeiro, quatro vias do Jardim Paulicéia passam a ter sentido único de tráfego para garantir a fluidez viária durante o período de obras. A medida abrange as seguintes ruas: Ferdinando Panattoni (entre as vias Domício Pacheco e Silva e Silvio Carvalhaes); Moacir Penachin (entre as vias Claudino Lopes e José Rosolem); Olívio Antônio (entre as vias José Rosolem e Claudino Lopes); e Claudino Lopes (entre as vias Olívio Antônio e Moacir Penachin). Os trechos impactados recebem nova sinalização.

 

O trânsito no “Balão do Londres” terá mudanças significativas em prol da fluidez da circulação. O balão é utilizado pelos motoristas para acessar o Centro e as regiões da Vila Padre Manoel de Nobrega e Campo Grande. O acesso existente será fechado, haverá abertura de uma nova passagem e sinalização de desvios.

 

A Emdec programou rotas alternativas para que os motoristas evitem trafegar pela região em obras. As rotas atendem ao sentido bairro – Centro, com destino à Marginal do Piçarrão; e ao sentido Centro – bairro, com destino à PUCC II e à região do Campo Grande. No site da Emdec, no endereço eletrônico www.emdec.com.br, é possível acessar os mapas com as rotas alternativas e as alterações viárias na região do Balão do Londres. Os materiais estão disponíveis na seção “Notícias”.

 

A partir do dia 18 de janeiro, o ponto de táxi localizado na Rua José Rosolem, próximo ao Supermercado Covabra, no Jardim Garcia, será remanejado para a Rua Lázaro Bittencourt de Camargo, na lateral do estacionamento do próprio Covabra. Os ônibus que circulam pelo trecho da Avenida JBD serão desviados para as vias marginais, a partir do dia 22 de janeiro. Os pontos de ônibus serão remanejados para as marginais, na mesma direção das paradas tradicionais. Dezessete linhas do transporte público serão impactadas: 116; 134; 210; 211; 212; 214; 220; 221; 222; 223; 224; 229; 230; 231; 240; 241 e 249.

 

Haverá ajustes nos tempos semafóricos nos cruzamentos existentes em toda a extensão em obras, além de adequações na sinalização. Gradativamente, o local recebe faixas informativas, placas de obras, tapumes e ajustes geométricos nos acessos.

 

Agentes da Mobilidade Urbana circulam pelos trechos em obras, monitorando o trânsito e auxiliando na segurança e fluidez da circulação viária. A população pode esclarecer dúvidas pelo telefone 118, o “Fale Conosco Emdec”.

 

Etapas

 

A nova frente de obras está dentro do Lote 2, Trecho 2, da implantação do BRT, que vai da Vila Aurocan até o viaduto sobre a Rodovia dos Bandeirantes, com 5 km de extensão. As obras do Corredor BRT chegaram à JBD em agosto de 2018, entre a região do Satélite Íris até após o viaduto da linha férrea, no Jardim Florence. Nesta região, ocorrem obras de implantação de pavimento e construção das estações Florence e Rossin, em trecho de 960 metros.

 

Em setembro, os trabalhos avançaram para trecho de 3,1 km da via expressa, entre o viaduto da Rodovia dos Bandeirantes até a região do Satélite Íris, nas proximidades da Pirelli. No local, está em andamento a implantação de novo pavimento, construção do Terminal Satélite Íris e de outras três estações.

 

As duas frentes já iniciadas integram o Lote 2, Trecho 3, da implantação do BRT. O trecho 3 compreende o viaduto da Rodovia dos Bandeirantes até o Terminal Campo Grande, totalizando 6,4 km. A responsável pela execução das obras é a empresa Construcap – CCPS Engenharia e Comércio.

 

O BRT Campo Grande terá 17,9 km de extensão, saindo da região central, ao lado do Terminal Mercado, seguindo pelo leito desativado do antigo VLT, Avenida JBD, passando pelo Terminal Campo Grande e chegando ao Terminal Itajaí. Os três corredores BRT do município – Campo Grande, Ouro Verde e Perimetral – têm custo total de R$ 451,5 milhões. São 36,6 km de corredores, com previsão de conclusão total em meados de 2020.

 

Geral

Emdec reforça sinalização de velocidade máxima na Av. Washington Luiz

Publicado

em

Por

A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) reforçará nesta quarta-feira, 14 de abril, a sinalização da variação da velocidade máxima permitida na Avenida Washington Luiz, no trecho sentido Centro após o cruzamento com a Rua Agnaldo Macedo, no Parque Prado.

A velocidade máxima já é reduzida de 60 km/h para 50 km/h no local, contando com as devidas placas de regulamentação, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A nova placa que será instalada amplia a comunicação com os motoristas, trazendo o texto “A partir deste ponto” ao lado da indicação de “50 km/h”.

A variação da velocidade é justificada pelo maior fluxo de pedestres e veículos no entorno do Shopping Prado Boulevard, da Estação de Transferência Parque Prado, Escola Estadual Professora Neli Helena Assis de Andrade e próximo aos condomínios residenciais e estabelecimentos comerciais. Também há a Ciclovia Washington Luiz no canteiro central da avenida.

A Washington Luiz recebeu, em 2020, uma média diária de até 31 mil veículos, considerando os dois sentidos de circulação.

A nova placa abre a segunda etapa do reforço da sinalização em vias que possuem variações de velocidade, por características técnicas específicas”, explica o presidente da Emdec, Ayrton Camargo e Silva. “A instalação deverá aumentar a segurança viária. O principal objetivo é evitar acidentes e preservar vidas. O projeto também promove maior transparência na fiscalização de trânsito”.

Vias já sinalizadas
A Washington Luiz é o oitavo eixo viário que tem a sinalização reforçada.
Outros trechos viários já foram contemplados no município:
– Avenida Lix da Cunha (24/02);
– Túnel Joá Penteado e Avenida Dr. Ruy de Almeida Barbosa (03/03);
– Avenida Cônego Antônio Roccato / Rua Sylvia da Silva Braga (10/03);
– Avenida Comendador Aladino Selmi (17/03);
– Rodovia Dr. Heitor Penteado / Avenida Dr. Antônio Carlos Couto de Barros (24/03);
– Avenida Antônio Carlos de Salles Júnior (31/03);
– Avenida Theodureto de Almeida Camargo (07/04).

Todos estes locais possuem equipamentos de fiscalização eletrônica de velocidade (radares) e grande fluxo de veículos.

A segunda fase do projeto alcançará, ainda, o eixo composto pela Avenida Prefeito Magalhães Teixeira e Rua Dr. Celso da Silveira Rezende.

Continue Lendo

Geral

Saúde divulga alerta de alta incidência de dengue em diversos bairros em Campinas

Publicado

em

Por

A Secretaria de Saúde de Campinas emitiu, nesta terça-feira, dia 13 de abril, um alerta para alta incidência de casos de dengue nas regiões Sudoeste (especialmente nos bairros Jardim Profilurb e Parque Universitário de Viracopos), Noroeste (Jardim Florence II e Jardim Satélite Iris I), Norte (Bosque das Palmeiras ,Vila Boa Vista e Jardim Campineiro) e Leste (Vila Costa e Silva).

Quem mora nesses bairros citados acima deve intensificar o controle dos criadouros em suas residências para evitar o ciclo de vida e reprodução do mosquito Aedes Aegypti, já que, segundo a Secretaria de Saúde, 80% dos focos estão nos quintais e dentro de casa.

Entre os cuidados, os moradores devem manter caixa d’água fechada ou telada; limpar as calhas e, caso necessário, desentupi-as; trocar a água de vasos de plantas e lavar o recipiente com bucha e sabão para remover os ovos do mosquito.

As pessoas que têm bromélia devem regar a planta com mangueira de pressão uma vez por semana e limpar a face interna de todas as folhas (onde a água fica acumulada, o que favorece a proliferação de ovos e larvas do mosquito).

Outra recomendação é evitar o acúmulo de entulho e recicláveis. Quem precisa descartar este material, deve levar até um dos 16 ecopontos da cidade. Os endereços podem ser consultados na página http://www.campinas.sp.gov.br/governo/servicos-publicos/ecopontos/index.php.

As equipes da Secretaria de Saúde realizam diariamente, de segunda a sábado, ações de nebulização para o controle do mosquito. No entanto, o combate à dengue depende também da colaboração da população.

Continue Lendo

Geral

Prefeitura publica decreto de combate contra a corrupção na Administração

Publicado

em

Por

Continue Lendo







Populares