Connect with us

Geral

Atual e impactante, ‘A Cor Púrpura’ chega a Campinas em versão musical

Publicado

em

O Teatro Municipal Castro Mendes será palco para a versão musical, inédita no Brasil, do espetáculo “A Cor Púrpura”, no fim de semana dos dias 6, 7 e 8 de maio. Baseado no livro de Alice Walker, ganhadora do Prêmio Pulitzer, e no filme de Steven Spielberg, o musical traz à cena 18 grandes atores do teatro musical brasileiro.

Os ingressos estão à venda pela internet.
A encenação será grandiosa, com 90 figurinos e um palco giratório de seis metros de diâmetro. A estrutura exige dois dias para descarga e montagem e reúne três carretas com cenário, figurinos, adereços e equipamentos. A produção local é da BR Produtora.

Escrito em 1982, “A Cor Púrpura” é uma saga familiar inspiradora que conta a inesquecível história de uma mulher que, por meio do amor, encontra forças para triunfar sobre a adversidade e descobrir sua voz no mundo. Em 1985, a obra foi adaptada para o cinema, com direção de Steven Spielberg, e recebeu 11 indicações ao Oscar. Passados quase 40 anos, a publicação de Alice Walker continua contemporânea ao retratar relações humanas de amor, poder, ódio, em um mundo pontuado por estruturais diferenças econômicas, sociais, étnicas e de gênero.

Com direção de Tadeu Aguiar e versão brasileira de Artur Xexéo para o texto da dramaturga americana Marsha Norman, “A Cor Púrpura, o Musical” estreou em setembro de 2019, com temporadas no Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador, e um imenso sucesso de público e crítica, tendo recebido 75 prêmios de 87 indicações.

O retorno aos palcos após a pandemia aconteceu em novembro de 2021, em São Paulo. Agora, após temporada no Rio de Janeiro nos meses de janeiro e fevereiro, a montagem segue em turnê por diversas cidades do país.

Publicidade

Sinopse
A Cor Púrpura, o Musical” se passa na primeira metade do século XX, na zona rural do Sul dos Estados Unidos, e narra a trajetória e luta de Celie (Leticia Soares) contra as adversidades impostas pela vida a uma mulher negra. Na adolescência, a personagem tem dois filhos de seu suposto pai (Jorge Maya), que a oferece a um fazendeiro local para criar seus herdeiros, entre eles Harpo (Alan Rocha), além de lavar, passar e trabalhar sem remuneração. Ela é tirada à força do convívio de sua irmã caçula Nettie (Merícia Cassiano) e passa a morar com o marido Mister (Sergio Menezes).

Enquanto Celie resigna-se ao sofrimento, Sofia (Erika Affonso) e Shug (Flavia Santana) entram em cena, mostrando que há possibilidade de mudanças, novas perspectivas, esperança e até prazer. A saga de Celie é permeada por questões sociais de extrema relevância até os dias atuais como a desigualdade, abuso de poder, racismo, machismo, sexismo e a violência contra a mulher.

Por trás da história de Celie, há uma crítica à relação entre homens e mulheres, ao poder dado ao homem em uma sociedade que ainda luta por igualdade entre gêneros, etnias e classes sociais. Um espetáculo que retrata um pedaço do mundo no início do século XX, mas que nos mostra a atualidade dessas questões”, diz Tadeu Aguiar.

Estrutura impressiona
Com versão musical inédita no Brasil, o musical traz à cena 18 atores, 90 figurinos, um palco giratório de 6 metros de diâmetro e uma escada curva com sistema de traveling em volta do cenário. Nesta retomada teatral, o elenco, na sua maioria escolhido por testes, permanece praticamente o mesmo.

Além de Leticia Soares, Flavia Santana, Sergio Menezes, Erika Affonso, Alan Rocha e Jorge Maya, completam o elenco Larissa Noé (Gralha); Suzana Santana (Jarene); Hannah Lima (Doris); Cláudia Noemi (Darlene); Caio Giovani (Grady); Leandro Vieira (Buster); Gabriel Vicente (Bobby); Thór Junior (Pastor); André Sigom (Soldado); Nadjane Pierre (Solista da Igreja,); Leo Araújo (Emsemble).

Publicidade

A música é de Brenda Russell, Allee Willis e Stephen Bray. A direção musical é de Tony Lucchesi, produção de elenco de Marcela Altberg, cenário de Natalia Lana, figurinos de Ney Madeira e Dani Vidal, coreografias de Suely Guerra e produção de Tadeu Aguiar e Eduardo Bakr.

O espetáculo é apresentado pelo Ministério do Turismo e pela Bradesco Seguros, com patrocínio da Eletrobrás.

Ficha técnica
Texto: Marsha Norman | Músicas: Brenda Russell, Allee Willis e Stephen Bray | Versão Brasileira: Artur Xexéo | Direção Geral: Tadeu Aguiar | Direção Musical: Tony Lucchesi | Elenco: Letícia Soares, Sergio Menezes, Flávia Santana, Jorge Maya, Alan Rocha, Merícia Cassiano, Erika Affonso, Larissa Noé, Suzana Santana, Cláudia Noemi, Hannah Lima, Caio Giovani, André Sigom, Leo Araújo, Thór Jr, Gabriel Vicente, Leandro Vieira, Nadjane Rocha | Assistência de direção: Flávia Rinaldi | Produção de elenco: Marcela Altberg | Cenário: Natália Lana | Figurino: Ney Madeira e Dani Vidal | Desenho de luz: Rogério Wiltgen | Desenho de som: Gabriel D’Angelo | Coreografia: Sueli Guerra | Assistência de cenografia: Gisele Batalha | Assistência de Coreografia: Olívia Vivone | Assistência de direção musical: Thalyson Rodrigues | Mídias sociais: Rafael Nogueira | Designer gráfico: Alexandre Furtado | Produção executiva: Edgard Jordão | Coordenação de produção: Norma Thiré | Produção Geral: Eduardo Bakr
Duração: 180 minutos (com intervalo)
Classificação: 12 anos
Produção Local – BR Produtora

Serviço
A Cor Púrpura – O Musical”
Dias 6, 7 e 8 de maio – sexta às 20h; sábado às 16h e 20h30h; domingo às 18h
Teatro José de Castro Mendes
Rua Conselheiro Gomide, 62, Vila Industrial, Campinas/SP
Telefone para informações –  19 3272-9359
Ingressos – à venda no Sympla (https://bileto.sympla.com.br/event/72875/d/135992).
A classificação é para 12 anos.

Publicidade

Geral

Agentes de trânsito são capacitados para remover árvores caídas nas ruas

Publicado

em

Por

A equipe de brigadistas da Fundação José Pedro de Oliveira (FJPO), gestora da Mata de Santa Genebra, ministrou um curso de operação de motosserra, mostrando também como manusear o equipamento com segurança. Os ensinamentos foram transmitidos na sede da Fundação nesta quarta-feira, 10, para 24 agentes de trânsito da Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas). A finalidade é habilitar e capacitar os agentes a podar árvores que caem e obstruem o trânsito. 
No período de setembro a dezembro, aumentam os registros de queda de árvores devido ao período chuvoso, segundo o chefe da brigada de incêndio da FJPO, Gilcimar Santana. “Se ocorrer algum caso simples de queda de árvore na via, os agentes poderão desobstruir o trânsito sem a necessidade de acionar o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil ou o Departamento de Parques e Jardins para remover o tronco, por exemplo”, disse Santana. 
Ao se deparar com quedas de árvores, a população deve avisar a Defesa Civil pelo telefone 199 e o Corpo de Bombeiros pelo 193, em situações de emergência.

Continue Lendo

Geral

Equipe de Mogi Guaçu visita Seplurb para conhecer novas leis para alvarás

Publicado

em

Por

A Secretaria de Planejamento e Urbanismo (Seplurb) de Campinas recebeu na tarde desta quarta-feira, 10 de agosto, a visita de servidores da Prefeitura de Mogi Guaçu que vieram conhecer um pouco mais sobre o trabalho da pasta e as legislações recentes que atualizaram procedimentos para emissão de alvarás para eventos e para o setor de bares, restaurantes e casas noturnas.

 

Estiveram na Seplurb o secretário adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano de Mogi Guaçu, Vinicius Francisco Gurjão; a diretora do Departamento de Gestão, Mara Silvério dos Reis Souza; e a assessora técnica Daniela Ramalho Rodrigues. Eles foram recebidos pela secretária de Planejamento e Urbanismo, Carolina Baracat Lazinho, e pelo coordenador de Uso do Solo, Vagner Bassan.

 

Os visitantes puderam conhecer mais e tirar dúvidas sobre a lei complementar 356/2022 e o decreto 22.153/2022, sobre emissão de alvarás, fiscalização de eventos e punições para quem desrespeitar as regras. A nova legislação permitiu também desburocratizar e digitalizar o processo para concessão de alvarás para eventos na cidade. Também foi criado o Portal Lei de Eventos, acessível em https://portal.campinas.sp.gov.br/secretaria/planejamento-e-urbanismo/pagina/portal-lei-de-eventos.

Publicidade

 

Outro assunto que motivou a visita foi o decreto 22.242/2022, publicado em 15 de julho, que definiu o regramento para solicitação de alvarás para extensão de horário de funcionamento para o setor de entretenimento em Campinas (bares, restaurantes e casas noturnas e de shows), os limites sonoros a serem seguidos e também a responsabilidade da fiscalização pela Guarda Municipal de Campinas. A secretaria Carolina Baracat apresentou a Cartilha Bar Amigo da Vizinhança, parte da campanha para levar o setor a se regularizar dentro da nova legislação, que também está disponível na internet, com acesso em https://portal.campinas.sp.gov.br/secretaria/planejamento-e-urbanismo/pagina/bar-amigo-da-vizinhanca. 

 

Baracat afirmou ficar feliz com a visita e que a possibilidade de trocar informações e colaborar com outras Prefeituras sempre é positiva. “É muito importante também observar que Campinas pode contribuir com aperfeiçoamentos na legislação, com a desburocratização e a digitalização de processos. E esses avanços aqui na Administração podem servir de referência para outras cidades”, disse.

Publicidade
Continue Lendo

Geral

Petrobras Sinfônica: Banda Queen, trilhas da Disney e Adriana Calcanhoto

Publicado

em

Por

A Orquestra Petrobras Sinfônica desembarca em Campinas nestes sábado e domingo, dias 13 e 14 de agosto, para a primeira edição do Festival Elo. Nas apresentações especiais, que ocorrerão no Teatro Municipal José de Castro Mendes, a orquestra interpretará três concertos inéditos.

O primeiro será “Bohemian Rhapsody Sinfônico”, com canções da banda Queen. O próximo, “A Magia da Orquestra”, que traz as trilhas marcantes de animações da Disney como “Rei Leão”, “Frozen”, “Moana” e “Aladdin”, com a participação dos cantores Marcelo Coutinho e Analu Pimenta. E, para fechar a passagem pela cidade, a Sinfônica brindará o público com um espetáculo único e a participação de Adriana Calcanhotto.

Os ingressos já estão à venda na plataforma Sympla. A apresentação terá patrocínio da Elo, gigante da tecnologia de pagamentos.

Serão três formatos de shows evidenciando o caráter múltiplo da Orquestra e sua capacidade de conexão com diversos tipos de público. “Essa diferença nos gêneros que vamos apresentar é o que faz da Orquestra Petrobras Sinfônica uma orquestra plural”, explica o maestro Felipe Prazeres. Ele é irmão do regente titular e maestro da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, Carlos Prazeres.

O concerto Bohemian Rhapsody foi formatado com músicas da banda inglesa Queen interpretadas em formato sinfônico. Compondo o repertório, sucessos como “Love of my life”, “Under pressure”, “We are the champions”, “Don’t stop me now”, “We will rock you” e “Bohemian rhapsody” prometem emocionar o público. Esse é um dos concertos da Orquestra Petrobras Sinfônica mais pedidos pelo público.

Publicidade

Em “A Magia da Orquestra”, a Orquestra Petrobras Sinfônica apresenta um concerto inédito, com os clássicos atemporais da Disney em nova roupagem, sinfônica, e a participação dos cantores Analu Pimenta e Marcelo Coutinho. O programa conta com 15 canções com arranjos de sucessos do cinema como “Encanto”, “Frozen”, “A Bela e a Fera”, “A Pequena Sereia”, “Aladdin”, “Cinderela”, “Moana”, “Rei Leão”, entre outros. Um evento para toda família.
Na terceira apresentação, Adriana Calcanhotto apresentará sucessos como “Cariocas”, “Esquadros” e “Mentiras”, acompanhada pela orquestra.

Sobre a Orquestra Petrobras Sinfônica
Aos 47 anos, a Orquestra Petrobras Sinfônica se consolida como uma das mais conceituadas do país e ocupa um lugar de prestígio entre os maiores conjuntos musicais da América Latina.
Criada pelo maestro Armando Prazeres, a orquestra se firmou como um ente cultural que expressa a pluralidade da música brasileira e transita fluentemente por distintos estilos e linguagens.

Seu diretor artístico e maestro titular é Isaac Karabtchevsky, o mais respeitado regente brasileiro e um nome consagrado no panorama internacional.

Orquestra Petrobras Sinfônica – Festival Elo
Local: Teatro Municipal Castro Mendes
Endereço: Rua Conselheiro Gomide, 62 – Vila Industrial, Campinas
Duração
– Concerto Bohemian Rhapsody Sinfônico Queen: 1h15 minutos
– A Magia da Orquestra – 50 minutos
– Orquestra convida Adriana Calcanhotto: 1h15 minutos
Datas e horários:
13/8 – 20h – Bohemian Rhapsody Sinfônico Queen
Ingressos: https://bileto.sympla.com.br/event/75687/d/153239
14/8 – 11h – A Magia da Orquestra – Trilhas das Animações da Disney
Ingressos: https://bileto.sympla.com.br/event/75689/d/153241
14/8 – 18h – Orquestra Petrobras Sinfônica convida Adriana Calcanhotto
Ingressos:https://bileto.sympla.com.br/event/75688/d/153240

Publicidade
Continue Lendo

Populares