Connect with us

Geral

Alunos da rede municipal apresentam filmes em Festival de Cinema do Rio

Publicado

em

Filmes produzidos por alunos das escolas municipais Padre Melico Cândido Barbosa, localizada no Parque Tropical, e Zeferino Vaz/ Caic, da Vila União, foram selecionados pelo Festival Internacional de Cinema do Rio. A exibição foi realizada na última quarta-feira, dia 10 de outubro, no Rio de Janeiro.
Participaram dos dois filmes 31 alunos, do 9º ano, que fizeram toda a produção, roteiro, direção, atuação e edição das obras. Parte deles contemplou o resultado do trabalho sendo exibido no Festival. Eles viajaram à capital fluminense, por meio da Secretaria Municipal de Educação.
Os alunos cineastas saíram de Campinas na terça-feira à noite e retornaram na quinta pela manhã. No Festival, além de irem à exibição de seus filmes, eles participaram de debates, e ainda visitaram a praia de Botafogo e o Museu do Amanhã.
As duas escolas fazem parte do programa Cinema na Escola, que oferece cursos de cinema para professores. Depois de capacitados, eles transmitem os ensinamentos para os estudantes.
As histórias
Foram escolhidos para exibição no Festival o “Restaurante de la Tinta”, feito por quatro alunos do Caic, e o “Violência Cotidianas”, da Padre Melico Cândido Barbosa. Este último foi criado por 27 estudantes e aborda o racismo e o machismo.
Violências Cotidianas” é dividido em três partes. Inicialmente, mostra uma mulher sendo assediada na rua; depois, uma família negra sendo abordada por um segurança em um restaurante por causa da cor de sua pele, e na terceira parte do filme, exibe uma série de frases machistas sendo ditas por homens e mulheres.
O trabalho surgiu depois que os temas do preconceito e discriminação foram discutidos em rodas de conversa sobre violência, que reuniram estudantes e professores do 6° ao 9° anos, em maio passado. Em seguida, vieram atividades relacionadas ao tema.
Já o “Restaurante de la Tinta” tem uma história mais leve, sobre um garoto que, depois de sofrer uma queda, quer comer tinta, situação que termina por criar uma grande confusão.
O Festival
O Festival, realizado desde 1999 pelo Cinema do Rio e pelo Cima (Centro de Cultura, Informação e Meio Ambiente), este ano aconteceu entre os dias 1 e 11 de outubro. O evento surgiu da união entre a Mostra Banco Nacional e o Rio Cine Festival, promovidos desde a década de 1980.
A mostra já recebeu grandes artistas, como Roman Polanski, Samuel L. Jackson, Carlos Saura Medrano, entre muitos outros. Ao longo dos anos, tornou-se uma referência internacional da arte.
Escolas de todo o Brasil puderam enviar seus vídeos de até 10 minutos, feitos integralmente por alunos, para a seleção do Festival. Os escolhidos só puderam ser exibidos com algum integrante da equipe produtora presente, para permitir o debate do tema escolhido para a película.

Geral

Emdec reforça sinalização de velocidade máxima na Av. Washington Luiz

Publicado

em

Por

A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) reforçará nesta quarta-feira, 14 de abril, a sinalização da variação da velocidade máxima permitida na Avenida Washington Luiz, no trecho sentido Centro após o cruzamento com a Rua Agnaldo Macedo, no Parque Prado.

A velocidade máxima já é reduzida de 60 km/h para 50 km/h no local, contando com as devidas placas de regulamentação, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A nova placa que será instalada amplia a comunicação com os motoristas, trazendo o texto “A partir deste ponto” ao lado da indicação de “50 km/h”.

A variação da velocidade é justificada pelo maior fluxo de pedestres e veículos no entorno do Shopping Prado Boulevard, da Estação de Transferência Parque Prado, Escola Estadual Professora Neli Helena Assis de Andrade e próximo aos condomínios residenciais e estabelecimentos comerciais. Também há a Ciclovia Washington Luiz no canteiro central da avenida.

A Washington Luiz recebeu, em 2020, uma média diária de até 31 mil veículos, considerando os dois sentidos de circulação.

A nova placa abre a segunda etapa do reforço da sinalização em vias que possuem variações de velocidade, por características técnicas específicas”, explica o presidente da Emdec, Ayrton Camargo e Silva. “A instalação deverá aumentar a segurança viária. O principal objetivo é evitar acidentes e preservar vidas. O projeto também promove maior transparência na fiscalização de trânsito”.

Vias já sinalizadas
A Washington Luiz é o oitavo eixo viário que tem a sinalização reforçada.
Outros trechos viários já foram contemplados no município:
– Avenida Lix da Cunha (24/02);
– Túnel Joá Penteado e Avenida Dr. Ruy de Almeida Barbosa (03/03);
– Avenida Cônego Antônio Roccato / Rua Sylvia da Silva Braga (10/03);
– Avenida Comendador Aladino Selmi (17/03);
– Rodovia Dr. Heitor Penteado / Avenida Dr. Antônio Carlos Couto de Barros (24/03);
– Avenida Antônio Carlos de Salles Júnior (31/03);
– Avenida Theodureto de Almeida Camargo (07/04).

Todos estes locais possuem equipamentos de fiscalização eletrônica de velocidade (radares) e grande fluxo de veículos.

A segunda fase do projeto alcançará, ainda, o eixo composto pela Avenida Prefeito Magalhães Teixeira e Rua Dr. Celso da Silveira Rezende.

Continue Lendo

Geral

Saúde divulga alerta de alta incidência de dengue em diversos bairros em Campinas

Publicado

em

Por

A Secretaria de Saúde de Campinas emitiu, nesta terça-feira, dia 13 de abril, um alerta para alta incidência de casos de dengue nas regiões Sudoeste (especialmente nos bairros Jardim Profilurb e Parque Universitário de Viracopos), Noroeste (Jardim Florence II e Jardim Satélite Iris I), Norte (Bosque das Palmeiras ,Vila Boa Vista e Jardim Campineiro) e Leste (Vila Costa e Silva).

Quem mora nesses bairros citados acima deve intensificar o controle dos criadouros em suas residências para evitar o ciclo de vida e reprodução do mosquito Aedes Aegypti, já que, segundo a Secretaria de Saúde, 80% dos focos estão nos quintais e dentro de casa.

Entre os cuidados, os moradores devem manter caixa d’água fechada ou telada; limpar as calhas e, caso necessário, desentupi-as; trocar a água de vasos de plantas e lavar o recipiente com bucha e sabão para remover os ovos do mosquito.

As pessoas que têm bromélia devem regar a planta com mangueira de pressão uma vez por semana e limpar a face interna de todas as folhas (onde a água fica acumulada, o que favorece a proliferação de ovos e larvas do mosquito).

Outra recomendação é evitar o acúmulo de entulho e recicláveis. Quem precisa descartar este material, deve levar até um dos 16 ecopontos da cidade. Os endereços podem ser consultados na página http://www.campinas.sp.gov.br/governo/servicos-publicos/ecopontos/index.php.

As equipes da Secretaria de Saúde realizam diariamente, de segunda a sábado, ações de nebulização para o controle do mosquito. No entanto, o combate à dengue depende também da colaboração da população.

Continue Lendo

Geral

Prefeitura publica decreto de combate contra a corrupção na Administração

Publicado

em

Por

Continue Lendo







Populares