Connect with us

Geral

Administração apresenta a estação modelo do BRT no Jardim Florence

Publicado

em

A Prefeitura de Campinas apresentou na manhã desta segunda-feira, dia 17 de fevereiro, os detalhes da Estação BRT Florence, que é modelo para todas as 37 estações que compõem os três corredores BRT (Bus Rapid Transit/Ônibus de Trânsito Rápido) – Campo Grande, Ouro Verde e Perimetral. O evento teve a participação do prefeito Jonas Donizette, do vice-prefeito Henrique Magalhães Teixeira, de secretários municipais, vereadores, representantes das concessionárias e operadores do transporte público coletivo, membros do Conselho Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT), técnicos da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) e veículos de Imprensa.

 

 

“Eu quero demonstrar o meu contentamento por mais essa etapa cumprida da obra. Esta é uma obra muito importante, é uma obra gigante. A nossa intenção é que a pessoa possa ponderar se vale a pena ir para o Centro da cidade de carro ou de BRT”, disse o prefeito Jonas Donizette. “A região do Campo Grande está passando por uma transformação urbana muito grande, o que mostra a nossa boa intenção com essa região tão importante”, completou.

 

 

A Estação BRT Florence está em processo de finalização. O secretário municipal de Transportes e presidente da Emdec, Carlos José Barreiro, mostrou aos presentes toda infraestrutura e layout do espaço. A estação já segue o padrão de identificação visual, acabamento (vidros laminados, piso em granito, forros), iluminação, acessibilidade (rampa, corrimão, piso tátil), e dispositivos eletrônicos (operação das catracas e das portas automáticas) que será usado em todas as estações.

 

 

Durante a apresentação da estação, um ônibus no padrão BRT operou em sincronia com as portas da estação. Quando o veículo se aproxima e para no local exato, as portas do ônibus abrem em sincronia com as portas da estação. O veículo somente sai da estação após a indicação semafórica específica e o fechamento das portas, tanto do ônibus, como também da estação.

 

 

 

Características  

 

 

O fechamento do local é em vidro laminado duplo, com espessura de 10 mm. As portas de correr automatizadas também são em vidro temperado. Para acesso a todos os ônibus padrão BRT, são 12 unidades de portas, sendo seis de cada lado da estação, com largura de 1,40 m e abertura central em duas folhas.

 

 

Há semáforos externos para orientação da parada do ônibus na estação. Sper tachões em resina são instalados em toda a extensão da estação, para orientação e proteção nas manobras de acesso e saída dos ônibus. A iluminação é com luminárias embutidas com lâmpadas LED. Já a iluminação de emergência é feita com baterias acopladas no forro.

 

 

 

A próxima etapa do projeto prevê a instalação de câmeras de monitoramento, painéis de mídia eletrônica e máquinas de vendas automáticas.

 

 

Dados gerais do BRT

 

Os três corredores BRT de Campinas têm custo total de R$ 451,5 milhões. O BRT é a maior obra de Mobilidade Urbana já realizada no município e a maior obra pública em execução no Brasil, na atualidade. São 36,6 km de corredores exclusivos; 18 pontes e viadutos; e 37 estações e 6 terminais.

 

 

O BRT campineiro abrange terminais, estações e infraestrutura; veículos articulados; corredores exclusivos com espaços para ultrapassagens; embarque e desembarque pela esquerda (junto ao canteiro central das avenidas); embarque em nível; e pagamento desembarcado. Será um sistema mais seguro, rápido, eficiente e confiável.

 

 

O BRT Campo Grande tem 17,9 km de extensão, saindo da região central, ao lado do Terminal Mercado, seguindo pelo leito desativado do antigo VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), Avenida John Boyd Dunlop, passando pelo Terminal Campo Grande e chegando ao Terminal Itajaí.

 

 

O BRT Ouro Verde tem 14,6 km de extensão, saindo da região central, do Terminal Central, seguindo pelas avenidas João Jorge, Amoreiras, Ruy Rodriguez, passando pelo Terminal Ouro Verde, Camucim até o Terminal Vida Nova.

 

 

Entre os dois corredores há um corredor perimetral, chamado de BRT Perimetral, com 4,1 km de extensão, ligando a Vila Aurocan até o Campos Elíseos, seguindo pelo leito desativado do VLT.

Geral

Ação autua estabelecimentos por descumprirem medidas sanitárias

Publicado

em

Por

Dois estabelecimentos foram autuados pela Vigilância Sanitária na noite de ontem (sábado, 10 de abril) por descumprimento das medidas sanitárias, como falta de máscaras por funcionários e por não haver controle de fluxo de pessoas no interior.

A ação vistoriou 22 estabelecimentos comerciais nos bairros Vila Pompéia, Jardim Novo Campos Elíseos e Jardim Santa Lúcia, entre eles padarias, bares, restaurantes, lanchonetes, comércios de bebidas, lojas de variedades, lojas de conveniência, drogarias, lojas de departamento, supermercados, pizzarias e sorveterias.


A fiscalização é realizada com base em denúncias recebidas pela população por meio do 156 e baseada nas regiões da cidade com mais casos de Covid-19. Segundo mapeamento da Prefeitura, a região do Novo Campos Elíseos é a que apresenta maior taxa de letalidade por Covid-19 desde o início da pandemia. Em seguida, aparece a região do Jardim Eulina.
A multa prevista no decreto é de R$ 3.030,88 para o descumprimento dos protocolos sanitários.


A Vigilância pede a colaboração da população para denunciar irregularidades pelo 156 (telefone ou Portal do Cidadão no endereço https://cidadao.campinas.sp.gov.br) e também pelo número 0800-771-3541, do sistema Estadual.

Continue Lendo

Geral

Campinas Sem Fome: 12,8 mil quilos de alimentos apenas no 1º dia

Publicado

em

Por

O primeiro dia de mobilização no “Dia D” da Campanha Campinas sem Fome, ontem, sábado, 10 de abril, arrecadou 12,8 mil quilos de alimentos não perecíveis, o que corresponde a 656 cestas básicas e quase 1,2 mil quilos de alimentos avulsos. Além disso, foram doados pela população 700 quilos de produtos de higiene e limpeza. A ação continua hoje (domingo, 11 de abril) até às 17h. Entre 8h e 14h30 deste domingo foram 4.051 quilos de alimentos e 109,5 quilos de produtos de higiene e limpeza entregues pela população.

O Banco de Alimentos estima que desde o começo da campanha, em 22 de março, até a manhã deste domingo, mais de 250 toneladas de alimentos perecíveis já foram doados pelos campineiros.

A doação é no sistema de drive-thru no Paço Municipal, com acesso pela Rua Barreto Leme. Para evitar aglomeração, não é necessário descer do veículo para entregar os produtos. Basta parar num dos pontos de coleta, sendo o primeiro próximo à entrada do arruamento do Paço Municipal e o outro na entrada do estacionamento externo. Os voluntários retiram os produtos e direcionam para serem transportados em vans até o Banco de Alimentos.


Os donativos vão para o Banco de Alimentos, que repassa para 145 entidades cadastradas na rede assistencial da Prefeitura. As instituições distribuem para as famílias em situação de vulnerabilidade social e nutricional e que estão cadastradas no aplicativo Viva Vida.

A ação tem apoio das secretarias e autarquias municipais, da Guarda Municipal, Ceasa, Sanasa, Emdec e da Transurc. O Exército também apoia com duas equipes, uma no Paço e a outra na sede do Banco de Alimentos, onde será feita a triagem, pesagem e armazenamento adequado.

Continue Lendo

Geral

Ação da Vigilância Sanitária interdita um estabelecimento e autua quatro

Publicado

em

Por

A Coordenadoria da Vigilância Sanitária autuou quatro estabelecimentos e interditou um em ações de fiscalização ontem, sexta-feira, dia 9 de abril. A interdição se deu em um estabelecimento não essencial que estava funcionando e as autuações por serviços essenciais, que descumpriam os protocolos sanitários.


Com o objetivo de atender denúncias recebidas via 156, as equipes da Vigilância vistoriaram academias, salões de beleza, clínicas médicas, consultórios, supermercados, hortifrutis, padarias, açougues, sorveterias, lojas de suplementos, drogarias, comércios de vestuário, lanchonetes, bares, restaurantes e adegas. Os proprietários e responsáveis pelos estabelecimentos foram orientados sobre as medidas sanitárias obrigatórias previstas nos decretos municipais vigentes.


Durante a operação, houve colaboração da população, que abordou os fiscais para tirar dúvidas e fazer denúncias de estabelecimentos funcionando irregularmente.
Uma equipe de técnicos inspecionou uma instituição de longa permanência para idosos (ILPI), na Vila Industrial, para avaliação das medidas adotadas para a prevenção da Covid-19. Os fiscais constataram irregularidades sanitárias e abriram processo administrativo para apurar os fatos.


A Coordenadoria da Vigilância Sanitária reforça que a população pode denunciar situações em desacordo com os decretos municipais e demais medidas de controle para prevenção da Covid-19 pelo Portal do Cidadão – 156 (por telefone ou site) ou pelo Canal de Denúncias Estadual, tel: 0800-771 3541. O órgão também pede a colaboração dos cidadãos, com relação ao uso de máscara em locais públicos, higienização das mãos e para evitar aglomerações, principalmente festas clandestinas.

Continue Lendo







Populares