Connect with us

Geral

Abertas inscrições para minicurso dirigido aos profissionais da Educação

Publicado

em

Estão abertas as inscrições para o minicurso “Campinas revisitada: História, memória e patrimônio cultural na construção da cidade” dirigido para profissionais da Secretaria de Educação. Os interessados devem acessar o link http://educacaoconectada.campinas.sp.gov.br/mini-curso-campinas-revisitada-historia-memoria-e-patrimonio-cultural-na-construcao-da-cidade para participar. O prazo vai até 30 de julho. O curso será realizado em agosto e tem carga horária de 18 horas. São 20 vagas para docentes da Rede Municipal de Ensino.

Neste curso, os professores terão a oportunidade de aprender a utilizar, em sala de aula, documentos relativos à história e memória de Campinas para incentivar os alunos a aprenderem sobre o passado da cidade. Os documentos fazem parte do Arquivo Municipal de Campinas.

O treinamento prevê também oficinas com documentos e visitas ao centro da cidade, apresentação e debates de produções teóricas, de reportagens e outros materiais que sirvam de subsídio para a introdução e aprofundamento de questões que envolvem a história e o patrimônio cultural.

“A partir das fontes documentais do Arquivo Histórico, pretende-se construir um “mapa” da história das transformações urbanas da cidade e também do patrimônio cultural edificado resultante desse processo. O curso visa ainda proporcionar a formação continuada de profissionais do patrimônio e professores do ensino fundamental e ensino médio em habilidades e estratégias que se conjugam aos debates sobre História, Memória e Patrimônio, sobretudo àqueles que possuem relação com a cidade de Campinas”, explica a especialista na Coordenadoria Setorial de Arquivo Municipal, Rita de Cássia Francisco, que participará do curso como convidada.

 

Projeto

O minicurso faz parte de um projeto intitulado “Digitalização e informatização da Série 102 – Processos de licença para obras particulares de edificações”, de Philippe Arthur dos Reis, que é doutorando em História na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em parceria com o Arquivo Municipal.

Este projeto foi contemplado pelo Edital nº 19 de 2018 do Programa de Ação Cultural (Proac) no concurso de apoio a projetos de difusão e acesso em arquivos permanentes no Estado de São Paulo.

O projeto contempla ainda uma exposição e uma mesa aberta com o objetivo de despertar a atenção da comunidade para o acervo sobre a cidade de Campinas e sua arquitetura. Além disso, está em fase final a digitalização de cerca de 3 mil documentos, o que vai facilitar a consulta e preservação.

 

 

Serviço:

Minocurso “Campinas revisitada: História, memória e patrimônio cultural na construção da cidade” para professores da Rede Municipal sobre o Arquivo Municipal

Carga horária: 18h

Cronograma: Sextas-feiras: dias 02/08, 09/08, 16/08, 23/08, 30/08, das 8h30 às 11h e Sábado: dia 31/08, das 8h30 às 11h, visita ao Centro da cidade.

Local: Centro de Formação, Tecnologia e Pesquisa Educacional Prof. Milton de Almeida Santos (Cefortepe) – R. Dr. Emílio Ribas, 880 – Cambuí.

 

Ministrante: 

Prof. Dr. Lindener Pareto Jr.

Historiador, bacharel e licenciado em História pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH-USP) da Universidade de São Paulo (USP). Doutor em História e Fundamentos da Arquitetura e do Urbanismo pela FAUUSP (2016) é Professor Doutor na PUC-Campinas (Pontifícia Universidade Católica de Campinas), ministrando as disciplinas de História Contemporânea, História do Brasil República, Educação em Direitos Humanos e História e Patrimônio Cultural. Pesquisador de Pós-doutorado, PNPD/CAPES (Programa Nacional de Pós-Doutorado), no programa de Pós-Graduação em História (PPGH-IFCH) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), exercendo atividades de ensino, pesquisa e extensão na área de História da Arquitetura, das Cidades e do Patrimônio (2018-2019).

Convidada

Dra. Rita de Cássia Francisco

Arquiteta pela FAUUSP, especialista em Gestão do Patrimônio Cultural (CECI – UFPE, 2006), mestre e doutora em Arquitetura e do Urbanismo (FAUUSP, 2007; 2013). É servidora pública da Prefeitura Municipal de Campinas, onde atua como especialista na Coordenadoria Setorial de Arquivo Municipal, desenvolvendo pesquisas e propostas de políticas públicas para a área.

 

Organizadores

Prof. Dr. Lindener Pareto Jr.

Prof. Me Philippe Arthur dos Reis

Geral

Processo Seletivo Rede Escolar SESI-SP 2021 – Vagas Remanescentes

Publicado

em

Por

De 24 de fevereiro a 02 de março de 2021, a rede escolar SESI-SP abre nova chamada de inscrições para vagas remanescentes em diversas cidades.

As vagas abertas serão prioritariamente preenchidas por filhos de trabalhadores da indústria. Demais públicos serão contemplados após atendimento à categoria, de acordo com a disponibilidade de vagas.

Do 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental, as vagas serão preenchidas por meio de sorteio.

Devido às restrições para a realização de eventos presenciais, as vagas para o 4º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio serão preenchidas por meio de sorteio e análise de rendimentos (histórico escolar), referente ao ano letivo de 2019, substituindo a etapa composta por prova.

Clique aqui para ter mais detalhes sobre o processo

Continue Lendo

Geral

Planejamento remodela setores internos para agilizar aprovação de projetos

Publicado

em

Por

A Secretaria de Planejamento e Urbanismo (Seplurb) alterou procedimentos internos e integrou as equipes para facilitar a tramitação de documentos e agilizar a análise e a aprovação de empreendimentos em Campinas. O rearranjo interno é parte do processo de desburocratização da Administração, que começou pela área de urbanismo, para dar rapidez à aprovação de projetos, alavancar investimentos e gerar empregos na cidade.

Uma das mudanças foi a transferência da Coordenadoria de Parcelamento do Solo (CPS) do Departamento de Urbanismo (DUOS) para o Departamento de Planejamento (Deplan) para compatibilizar todas as diretrizes urbanísticas e ambientais junto à equipe que analisa loteamentos.
Assim, empreendedores deverão, a partir de agora, procurar a equipe no 19º andar para apresentar os projetos e documentos. O agendamento do atendimento pode ser feito pelo fone 21160227.

Uma alteração importante no processo de aprovação de loteamento é que a Aprovação Prévia será emitida mesmo necessitando retificar a matrícula, que será exigida para a aprovação final, antes da publicação do decreto.

Para isso, o interessado deverá assinar o termo de compromisso, se comprometendo a retificar a matrícula. O Grupo de Análise e Aprovação de Projetos Habitacionais (Grapohab) já vem adotando isso conforme o item 6 do Manual de Aprovação de Projetos Habitacionais. Essa ação permite agilizar as análises junto aos órgãos estaduais.

Continue Lendo

Geral

Investimentos anunciados na RMC foram de R$ 583,8 mi no 2º semestre

Publicado

em

Por

A Piesp (Pesquisa de Investimentos Anunciados no Estado de São Paulo), elaborada pelo Seade (Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados), registrou investimentos anunciados no total de R$ 583,8 milhões no segundo semestre de 2020 na RMC (Região Metropolitana de Campinas). Ao todo, foram 33 investimentos entre julho e dezembro nas cidades de Campinas, Sumaré, Paulínia, Vinhedo, Holambra, Jaguariúna, Pedreira e Americana, aponta o levantamento. No Estado de São Paulos, os investimentos totalizaram R$ 25 bilhões nos seis últimos meses do ano passado.

Assim como no Estado, a maior parcela dos investimentos anunciados na RMC (Região Metropolitana de Campinas) foi destinada à infraestrutura, direcionados em especial aos transportes, sob o impulso de concessões do setor público a empresas privadas, como a implantação de marginais e remodelação dos dispositivos na rodovia D. Pedro I (SP-065), em Campinas, que somaram R$ 186,8 milhões em investimentos por parte da concessionária Rota das Bandeiras.

Destaque também para a instalação da linha de produção de motoniveladoras pela empresa John Deere, em Indaiatuba, cujo investimento foi de R$ 225 milhões. Já em Sumaré, a CPFL Paulista investiu R$ 11 milhões na construção de uma subestação de energia com sete alimentadores, além de promover a modernização e automatização da rede elétrica

DESEMPENHO REGIONAL. A Região Metropolitana de São Paulo concentrou mais de 80% dos recursos anunciados no segundo semestre de 2020, com um total de R$ 20,1 bilhões. Na sequência, as regiões com maior destaque foram as de São José dos Campos (R$ 687,7 milhões), Araçatuba (R$ 624,7 milhões) e Campinas (R$ 583,8 milhões). Os investimentos com abrangência inter-regional totalizaram R$ 1,5 bilhão, 5,9% do total.

Continue Lendo









<





Populares