Connect with us

Geral

“Caminhada Laço Rosa” alerta para a prevenção do câncer de mama

Publicado

em

A Prefeitura de Campinas, em parceria com a ONG Rosa e Amor e Centro de Atenção Integral da Saúde da Mulher (Caism), realiza n
este
domingo, dia 21 de outubro, a

Caminhada Laço Rosa”, inspirada na campanha Outubro Rosa. A concentração será às 8h, na Praça Arautos da Paz, e a caminhada contornará a Lagoa do Taquaral.
No mesmo dia e local, haverá manicures para pintar as unhas das participantes, aula de zumba, dança do ventre e massagem terapêutica. A caminhada é gratuita e não é necessária inscrição prévia e nem kit. Os participantes da caminhada usam camiseta rosa – cor símbolo da campanha de prevenção do câncer de mama.
O uso da camiseta rosa não é obrigatório, mas quem quiser contribuir com a causa pode adquiri-la por R$ 15,00. O valor arrecadado com a venda das camisetas será revertido para a ONG Rosa e Amor e para o Caism.
A camiseta rosa já está à venda na Symetria (Rua Itália, 388, Vila Andrade Neves, Campinas) e ONG Grupo Rosa e Amor (Av. Joaquim Alves Corrêa, 3.855, Jardim Santo Antônio, Valinhos).
Nesta quarta-feira, dia 17, a ONG Rosa e Amor vai vender as camisetas, das 10h às 15h, no Saguão do Paço Municipal, que fica na avenida Anchieta, 200, Centro.
No dia da caminhada, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos venderá agendas e CDs para reverter a renda para o Hospital de Amor. A Rosa e Amor também vai vender os produtos da ONG como bonés, guarda-chuva, ecobag, necessaire, broches e outros.
O Outubro Rosa em Campinas é realizado pela Prefeitura de Campinas, EPTV, Transforma Campinas e Unimed. Tem como apoiadores: Agni’s Dance School, Ative Vida Terapia Corporativa, Beauty Weekend – Feira de Beleza e Bem Estar, Caism, D-Lavoro, Débora Selanne, Dimen Medicina Nuclear, Franco Júnior, Grupo Mulheres do Brasil, Grupo Rosa e Amor, Julio Lima Company (Groove 19), Sanasa Campinas, Shopping Galleria, Shopping Iguatemi Campinas, Stúdio de Dança Érika Ramos, Symetria Cabelo, Estética, Moda e Café. Os veículos de comunicação que também apoiam: EPTV, Antena 1, Band, 106,7 Band FM, CBN, Nova FM, Rádio Bandeirantes, Rádio Brasil, Rádio Central, Rede Família, TV Câmara, TVB e VTV.
Sem fila
O objetivo da caminhada é mobilizar a sociedade para a importância da prevenção do câncer de mama. A doença consiste na primeira causa de morte por câncer entre as mulheres campineiras. A ação incentiva as mulheres a realizarem periodicamente exames preventivos para o diagnóstico precoce do câncer de mama, que aumenta as chances de sucesso no tratamento.
A melhor forma de prevenir a doença é por meio do exame clínico anual e da mamografia. Campinas não possui fila para realizar a mamografia. De acordo com protocolo do Ministério da Saúde, a partir dos 50 anos deve ser realizada pelo menos uma mamografia a cada dois anos. Em Campinas, a Secretaria de Saúde inicia os exames já a partir dos 40 anos. Na cidade, não há filas para fazer a mamografia.
As mulheres que apresentarem nódulo ou outro sintoma terão os exames complementares realizados independente da idade e conforme o caso. As mamografias são solicitadas nos Centros de Saúde e realizadas no Hospital de Amor, na Policlínica 1 e no hospital Celso Pierro.
Caminhada Laço Rosa
Quando: 21 de outubro (domingo)
Horário: 8h a concentração
Local: Praça Arautos da Paz, Taquaral

Geral

Emdec reforça sinalização de velocidade máxima na Av. Washington Luiz

Publicado

em

Por

A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) reforçará nesta quarta-feira, 14 de abril, a sinalização da variação da velocidade máxima permitida na Avenida Washington Luiz, no trecho sentido Centro após o cruzamento com a Rua Agnaldo Macedo, no Parque Prado.

A velocidade máxima já é reduzida de 60 km/h para 50 km/h no local, contando com as devidas placas de regulamentação, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A nova placa que será instalada amplia a comunicação com os motoristas, trazendo o texto “A partir deste ponto” ao lado da indicação de “50 km/h”.

A variação da velocidade é justificada pelo maior fluxo de pedestres e veículos no entorno do Shopping Prado Boulevard, da Estação de Transferência Parque Prado, Escola Estadual Professora Neli Helena Assis de Andrade e próximo aos condomínios residenciais e estabelecimentos comerciais. Também há a Ciclovia Washington Luiz no canteiro central da avenida.

A Washington Luiz recebeu, em 2020, uma média diária de até 31 mil veículos, considerando os dois sentidos de circulação.

A nova placa abre a segunda etapa do reforço da sinalização em vias que possuem variações de velocidade, por características técnicas específicas”, explica o presidente da Emdec, Ayrton Camargo e Silva. “A instalação deverá aumentar a segurança viária. O principal objetivo é evitar acidentes e preservar vidas. O projeto também promove maior transparência na fiscalização de trânsito”.

Vias já sinalizadas
A Washington Luiz é o oitavo eixo viário que tem a sinalização reforçada.
Outros trechos viários já foram contemplados no município:
– Avenida Lix da Cunha (24/02);
– Túnel Joá Penteado e Avenida Dr. Ruy de Almeida Barbosa (03/03);
– Avenida Cônego Antônio Roccato / Rua Sylvia da Silva Braga (10/03);
– Avenida Comendador Aladino Selmi (17/03);
– Rodovia Dr. Heitor Penteado / Avenida Dr. Antônio Carlos Couto de Barros (24/03);
– Avenida Antônio Carlos de Salles Júnior (31/03);
– Avenida Theodureto de Almeida Camargo (07/04).

Todos estes locais possuem equipamentos de fiscalização eletrônica de velocidade (radares) e grande fluxo de veículos.

A segunda fase do projeto alcançará, ainda, o eixo composto pela Avenida Prefeito Magalhães Teixeira e Rua Dr. Celso da Silveira Rezende.

Continue Lendo

Geral

Saúde divulga alerta de alta incidência de dengue em diversos bairros em Campinas

Publicado

em

Por

A Secretaria de Saúde de Campinas emitiu, nesta terça-feira, dia 13 de abril, um alerta para alta incidência de casos de dengue nas regiões Sudoeste (especialmente nos bairros Jardim Profilurb e Parque Universitário de Viracopos), Noroeste (Jardim Florence II e Jardim Satélite Iris I), Norte (Bosque das Palmeiras ,Vila Boa Vista e Jardim Campineiro) e Leste (Vila Costa e Silva).

Quem mora nesses bairros citados acima deve intensificar o controle dos criadouros em suas residências para evitar o ciclo de vida e reprodução do mosquito Aedes Aegypti, já que, segundo a Secretaria de Saúde, 80% dos focos estão nos quintais e dentro de casa.

Entre os cuidados, os moradores devem manter caixa d’água fechada ou telada; limpar as calhas e, caso necessário, desentupi-as; trocar a água de vasos de plantas e lavar o recipiente com bucha e sabão para remover os ovos do mosquito.

As pessoas que têm bromélia devem regar a planta com mangueira de pressão uma vez por semana e limpar a face interna de todas as folhas (onde a água fica acumulada, o que favorece a proliferação de ovos e larvas do mosquito).

Outra recomendação é evitar o acúmulo de entulho e recicláveis. Quem precisa descartar este material, deve levar até um dos 16 ecopontos da cidade. Os endereços podem ser consultados na página http://www.campinas.sp.gov.br/governo/servicos-publicos/ecopontos/index.php.

As equipes da Secretaria de Saúde realizam diariamente, de segunda a sábado, ações de nebulização para o controle do mosquito. No entanto, o combate à dengue depende também da colaboração da população.

Continue Lendo

Geral

Prefeitura publica decreto de combate contra a corrupção na Administração

Publicado

em

Por

Continue Lendo







Populares